Por que o pai do atirador de Las Vegas esteve na lista de mais procurados do FBI nos anos 60

36 0

Eric Paddock disse estar "perplexo" com atos do irmão, Stephen

Eric Paddock disse estar "perplexo" com atos do irmão, Stephen
BBC BRASIL

Enquanto dizia estar "perplexo" com os atos de Stephen Paddock, o atirador de Las Vegas, seu irmão, Eric Paddock, deixou escapar um detalhe familiar curioso: seu pai esteve na lista dos "10 mais buscados" do FBI, a polícia federal americana, nos anos 1960.

Em entrevista ao jornal americano The Washington Post, Eric que revelou que os irmãos foram criados em uma família de pais separados e que seu pai, Benjamin Hoskins Paddock, roubou diversos bancos, foi preso e chegou a escapar da prisão.

Na segunda-feira (2), Stephen Paddock, um contador aposentado de 64 anos, foi o autor do tiroteio mais letal da história dos Estados Unidos, em que morreram pelo menos 59 pessoas e mais de 500 ficaram feridas, segundo a polícia.

De um quarto no hotel e cassino Mandalay Bay, em Las Vegas, ele atirou contra uma multidão que assistia a um show de música country. Paddock não tinha nenhuma passagem pelas Forças Armadas, nem ficha criminal. Segundo a polícia, ele cometeu suicídio após o ataque.

Fugitivo

Benjamin Hoskin Paddock foi "diagnosticado como psicopata"

Benjamin Hoskin Paddock foi "diagnosticado como psicopata"
Reuters

Segundo um boletim de 1969 do FBI, o fugitivo Benjamin Hoskin Paddock foi "diagnosticado como psicopata". Ele "portava armas de fogo para o roubo de bancos", tinha "tendências suicidas" e deveria "ser considerado muito perigoso".

Por causa das frequentes perseguições da polícia, segundo Eric Paddock, Benjamin não convivia muito com a família. "Eu nasci enquanto fugíamos (da Justiça). Meu pai estava prestes a ser preso. Nós não crescemos com a influência dele", afirmou ao Washington Post.

A polícia confirmou que o ladrão de bancos era, de fato, o pai de Stephen e Eric Paddock. Cinco décadas antes do massacre em Las Vegas, ele também passou pela cidade fugindo dos crimes pelos quais era suspeito.

Jornais do verão de 1960 obtidos pelo Post dizem que agentes do FBI estavam procurando Paddock depois que ele foi acusado de roubar bancos no Arizona. No final de julho daquele ano, ele foi abordado por dois policiais em Las Vegas, quando tentou atropelar um deles.

Veja também

Ele se rendeu depois que um tiro atingiu o para-brisa do carro. O agente John T. Reilly disse ao jornal que atirou "para salvar a própria vida", já que o carro estava muito rápido.

De acordo com o FBI, Benjamin Paddock usava apelidos como "Chromedome" e "Old Baldy" (velho careca, em tradução livre). Ele chegou a cumprir sentenças na cadeia nos anos 1940 e 1950 por crimes que incluíam roubo de carros e outros golpes.

Após ser preso em 1960, ele foi condenado a 20 anos por assalto a bancos. Mas em 1969, segundo jornais da época, fugiu e só foi capturado novamente quase dez anos depois, em 1978, quando administrava um bingo no Estado de Oregon.

A essa altura, o FBI já tinha decidido removê-lo do "top 10" por "não obedecer mais aos critérios".

Quando ele fugiu, seu filho Stephen teria 15 anos, de acordo com o Post. Além dele, Benjamin tinha mais três filhos: Eric, Bruce e Patrick. Segundo Eric, seu pai morreu recentemente, para a surpresa dos irmãos, que pensavam que ele já estava morto.

No boletim do FBI datado de 1969, Benjamin Paddock é descrito como "jogador ávido de bridge (um jogo de cartas)". Seu filho Stephen, de disse o irmão, gostava de frequentar cassinos e de fazer apostas altas.

Comments

comments

Related Post