Em discurso decisivo, presidente catalão defende referendo 

13 0

Presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, pouco antes do discurso no Parlamento regional

Presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, pouco antes do discurso no Parlamento regional

Reuters

O presidente catalão, Carles Puigdemont, exaltou nesta terça-feira (10) o exercício de democracia demonstrado com o referendo de independência da região. O líder confirmou a intenção de se tornar um estado independente em respeito ao resultado eleitoral, mas suspendou o processo de separação temporariamente para que novas negociações com Madri tenham espaço.

Na ocasião, Puigdemont criticou veementemente a ação do governo contra o plebiscito. De acordo com o presidente, houve excesso de força e mesmo assim, o catalães conseguiram excercer seu direito de voto.

— Os esforços do governo não impediram o referendo.

Em seguida, Puigdemont passou a expor o histórico político da região destacando o papel da Catalunha ao fim da ditadura franquista, "desde a morte de Franco, a catalunha foi a (região) que mais ajudou".

Entretanto, apesar de exaltar o histórico de parceria, o presidente ressaltou que o resultado do plebiscito mostra um desejo da maioria.

— Milhões de cidadãos em Catalunha acreditam que a única solução é que a Catalunha seja um Estado.

O líder, porém, expressou a necessidade de se negociar com Madri uma solução para a situação, já que está claro que o "relacionamento atual não está funcionando".

O governo espanhol reforçou a segurança em aeroportos e estações de trem na Catalunha antes de uma reunião no Parlamento regional na qual o líder catalão pode declarar a independência da região, disse uma fonte policial, nesta terça-feira.

Comments

comments

Related Post

Turn off snow