Litoral

Policial militar é vítima de tentativa de homicídio no litoral de SP


Caso ocorreu na noite de sábado (25), na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em Peruíbe. Ninguém ficou ferido. Caso foi registrado na Delegacia Sede de Peruíbe como tentativa de homicídio qualificado
Divulgação/ Polícia Civil
Um policial militar de 40 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-55), na Estância São José, em Peruíbe, no litoral de São Paulo, na noite de sábado (25). Segundo apurado pelo g1, ninguém ficou ferido, e até o momento, nenhum suspeito foi preso.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o policial estava de moto, indo para casa após o término do turno, quando foi surpreendido por dois suspeitos em uma motocicleta, que efetuaram dois disparados de arma de fogo contra ele.
De acordo com o boletim de ocorrência, ao tentar parar o veículo, o PM caiu em uma vala, e um dos suspeitos seguiu em sua direção. Como defesa, a vítima sacou sua arma e efetuou disparos contra o suspeito.
Na sequência, a dupla fugiu por uma área de mata, abandonando a motocicleta que ocupava. Em pesquisa, foi identificado que o veículo é produto de roubo. A motocicleta usada pelos criminosos foi apreendida, e a vítima compareceu ao Instituto de Criminalística (IC) para exames periciais na arma, além do residuográfico.
O caso foi registrado na Delegacia Sede de Peruíbe como tentativa de homicídio qualificado contra autoridade, legítima defesa e localização e apreensão de veículo. A ocorrência foi encaminhada ao 1º DP da cidade em seguida.
Casos semelhantes na região
Um agente penitenciário de 49 anos foi executado a tiros em Praia Grande, no litoral de São Paulo, no início da tarde de sábado (25), feriado de Natal. De acordo com apuração do g1, Ronaldo Soares dos Santos foi baleado após atender à campainha da residência. Ele foi socorrido, mas não resistiu. O caso é investigado pela Polícia Civil.
Na manhã de sábado, outro agente do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente foi baleado. O policial penal Rogério de Jesus Pinheiro, de 44 anos, conhecido como Ninja, foi atingido por cinco disparos de arma de fogo no bairro Rio Branco, na mesma cidade em que trabalha, enquanto chegava em casa de carro.
Ele foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Pronto Socorro do Parque das Bandeiras ao Hospital Municipal com ferimentos por arma de fogo no tórax, abdômen, membro superior esquerdo e região patelar esquerda. Ele foi submetido a intubação e encaminhado para tomografia.
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »