Litoral

Policial penal é baleado quando chegava em casa no litoral de SP


Policial foi surpreendido por ao menos um suspeito de moto, que efetuou os disparos. Vítima foi atingida por cinco tiros e socorrida com vida. Carro do policial ficou cheio de marcas de tiros em São Vicente, SP
g1 Santos
Um policial penal foi baleado, na manhã deste sábado (25), no bairro Rio Branco, em São Vicente, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, a Polícia Militar foi acionada por volta das 7h30. A vítima foi atingida por cinco disparos.
Segundo o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), a vítima saiu do serviço, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente, e quando chegava em casa de carro, foi surpreendido por ao menos um suspeito de moto, que efetuou disparos contra ele e fugiu. O veículo ficou com diversas marcas de tiros.
Em nota, o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspesp) confirmou que o policial penal Rogério de Jesus Pinheiro, de 44 anos, conhecido como Ninja, foi alvejado após sair do plantão no CDP de São Vicente.
Também em nota, a Prefeitura de São Vicente informa, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), que o policial penal foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Pronto Socorro do Parque das Bandeiras ao Hospital Municipal, com ferimentos por arma de fogo no tórax, abdômen, membro superior esquerdo e região patelar esquerda. Ele foi submetido a intubação e encaminhado para tomografia.
A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), em nota, informou que foi realizada perícia no local. O caso foi registrado como tentativa de homicídio na Delegacia Sede de São Vicente, e será encaminhado para o 3º DP da cidade, na área dos fatos, para prosseguimento das apurações.
A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que está prestando todo o apoio ao agente de segurança penitenciária (ASP) e aos seus familiares. O servidor passou por cirurgia e tem quadro de saúde estável. A investigação está sendo conduzida pela Polícia Civil.
Até a última atualização desta reportagem, nenhum suspeito havia sido preso.
Policial trabalha no Centro de Detenção Provisória de São Vicente, SP
Divulgação/SAP
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »