Litoral

MSC Splendida confirma encerramento do cruzeiro após surto de Covid-19


Segundo a Anvisa, MSC enviou ofício informando interrupção da operação do navio. Duração da operação de desembarque está sujeita às necessidades operacionais e deve ser organizada pela empresa. MSC Splendida com Réveillon previsto no RJ retornou às pressas para o Porto de Santos após surto de Covid-19
Vanessa Rodrigues/Jornal A Tribuna
A Anvisa divulgou no início da noite desta sexta-feira (31), que a empresa MSC Cruzeiros informou, através de ofício enviado à agência reguladora, a interrupção da operação do navio MSC Splendida. O anúncio foi feito depois das investigações de casos de Covid-19 na embarcação, que confirmou 78 positivados, entre tripulantes e passageiros.
O navio ainda não tem data definida para deixar o Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A embarcação alterou o roteiro inicial e atracou às pressas no cais santista, nesta quinta-feira (30), após os casos de Covid-19 confirmados a bordo. A escala não programada ocorreu em meio ao cruzeiro de Réveillon, que partiu do próprio Porto de Santos e que teria a virada do ano no Rio de Janeiro.
Nesta sexta-feira, a Anvisa recebeu o comunicado da empresa sobre o cancelamento do atual cruzeiro e confirmou a interrupção das atividades. Na quinta-feira (30), a agência já havia determinado a atracação do MSC Splendida para fins de investigação epidemiológica, com interrupção das operações.
Conforme informado pela agência reguladora, o desembarque dos passageiros ocorrerá de acordo com os protocolos sanitários de segurança: os positivados deverão dar continuidade, em terra, ao isolamento iniciado na embarcação e serão monitorados pelos Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) das cidades de destino.
A Anvisa informa que os demais passageiros passarão por testes de detecção da Covid-19 antes de desembarcar. O transporte desses passageiros ocorrerá em veículos específicos, a cargo da operadora de cruzeiro. A agência reguladora destaca que a duração da operação de desembarque está sujeita às necessidades operacionais e deve ser organizada pela empresa.
MSC
Em nota, a MSC Cruzeiros informou que devido ao impacto causado no roteiro programado, decidiu pelo cancelamento do cruzeiro atual e oferece aos hóspedes as opções de uma carta de crédito no valor do cruzeiro original, que pode ser resgatada em qualquer cruzeiro futuro até o dia 31 de dezembro de 2022, ou o reembolso total dos valores pagos pelo cruzeiro, além do reembolso dos pacotes pré-pagos (bebidas, excursões, etc.), proporcionalmente aos dias não utilizados.
Segundo a empresa, os hóspedes desembarcarão de forma escalonada, de acordo com a demanda, durante esta sexta e sábado, e todos que não foram testados nas últimas 24 horas serão testados. A MSC Cruzeiros afirma que dará suporte aos hóspedes incluindo logística e hospedagem, conforme necessidade e demanda.
A MSC também pontua que segue um robusto protocolo de saúde e segurança, que foi elaborado e implementado para mitigar o risco e preservar o bem-estar dos hóspedes, da tripulação e das comunidades que os navios visitam.
Entenda o caso
O navio partiu do Porto de Santos no domingo (26) para uma viagem de 7 dias passando por Porto Belo, Balneário Camboriú, Rio de Janeiro, Ilhabela e Santos. Na terça-feira (28), os passageiros foram impedidos de descer do navio em Balneário Camboriú devido aos casos de Covid-19 confirmados a bordo. O navio deveria seguir navegando na quarta-feira e faria uma escala no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (31), mas retornou ao Porto de Santos na quinta.
De acordo com a Anvisa, foram identificados 51 tripulantes e 27 passageiros com teste positivo para Covid-19. Foram identificados, ainda, 54 contactantes, ou seja, pessoas que tiveram contato com casos positivados de Covid-19. Todas as 132 pessoas foram desembarcadas e transportadas em veículos específicos em Santos. Após o desembarque, o monitoramento de todos os viajantes é realizado pelos Centros de Informações Estratégicas em Saúde (CIEVs) das localidades de destino.
Leia também
Ômicron: países europeus tentam conter ‘tsunami’ de contaminações no Ano-Novo
As boas e más notícias da nova variante da Covid e o que tudo isso significa
Além do MSC Splendida, o Costa Diadema teve suas atividades interrompidas pela Anvisa. O navio, que está atracado em Salvador, registrou 68 casos de coronavírus na embarcação. O navio deve retornar ao Porto de Santos, no litoral de São Paulo, de onde partiu.
Viagem anterior com Covid-19
Antes do roteiro de Réveillon, o MSC Splendida realizou uma viagem, que também partiu do Porto de Santos e chegou no dia 26 de dezembro no cais santista. A MSC disse que foram identificados casos positivos entre hóspedes e tripulantes antes da chegada do navio no dia 26 de dezembro, em Santos. Houve 15 casos positivos entre os hóspedes e cinco tripulantes também testaram positivo.
Segundo a MSC, imediatamente todos os 20 casos foram isolados em uma seção dedicada e separada do navio, longe de todas as operações de hóspedes e em cabines com varanda. Assim que o navio atracou em Santos, todos que estavam isolados, hóspedes e tripulação, desembarcaram do navio como parte do protocolo para quarentena em terra.
Ainda de acordo com a operadora, todos os casos eram assintomáticos e estavam com o ciclo de vacinação completa. Após o desembarque, o MSC Splendida passou por protocolo de desinfecção e posteriormente, foi autorizado a seguir viagem, partindo de Santos com destino a Porto Belo, conforme previsto.
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »