Litoral

Homem morre na frente da família minutos antes do Réveillon por ‘gritar’ durante assalto em SP


Vítima tinha 42 anos. Caso foi registrado como roubo pela Central de Polícia Judiciária de Praia Grande, no litoral de São Paulo. Vítima foi identificada como Gilvan Pereira, de 42 anos
Reprodução/Redes Sociais
Um ordenador, de 42 anos, morreu ao reagir gritando a um roubo em Praia Grande, no litoral de São Paulo, minutos antes de passar a entrada do ano com a família, segundo confirmado pela Polícia Civil ao g1 nesta terça-feira (2). A vítima foi identificada como Gilvan Pereira.
O crime ocorreu às 23h45 de sexta-feira (31), no bairro Guilhermina. Policiais militares foram acionados para atenderem a ocorrência de roubo seguido de morte e, no local, os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atestaram a morte da vítima.
A irmã e cunhado da vítima, de 35 e 34 anos, respectivamente, contaram que estavam na calçada com Pereira e outros familiares, quando dois suspeitos surgiram repentinamente em uma moto anunciando o assalto.
Segundo a família relatou à polícia, o garupa desceu, foi na direção do cunhado, o abordando e levando sua correntinha. No momento em que o criminoso tentava pegar seu relógio, o ordenador acabou se movimentando. Ele esboçou uma reação, gritando e, neste momento, o piloto da motocicleta efetou um disparo que o atingiu do lado esquerdo do corpo de Gilvan, na altura do peito.
Ainda de acordo com o relato da família às autoridades, em seguida, a vítima cambaleou da calçada até cair na garagem da residência aparentemente já sem vida.
Em nota, a Prefeitura de Praia Grande confirmou que o Samu foi acionado para atender a ocorrência na Rua Ipanema. No entanto, ao chegar no local, a equipe constatou o óbito da vítima. Por isso, a perícia foi acionada.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso foi registrado como roubo pela Central de Polícia Judiciária de Praia Grande. Foi solicitada perícia ao local, carro de cadáver e exame necroscópico à vítima. A Polícia Civil prossegue com as investigações.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »