Litoral

Prefeito de Peruíbe critica atuação da Polícia Militar contra pancadões no Réveillon: ‘caos na segurança’


Por meio das redes sociais, Luiz Maurício (PSDB) afirmou que já pediu ajuda ao Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para reforçar a segurança no município durante a temporada de verão. Críticas foram feitas pelas redes sociais do prefeito de Peruíbe, Luiz Mauricio (PSDB).
Luiz Pinheiro/Prefeitura de Peruíbe
O prefeito de Peruíbe, no litoral paulista, criticou, na noite deste sábado (1º), a falta de policiamento no município durante o feriado prolongado da Independência. De acordo com Luiz Maurício (PSDB), a cidade não recebeu o aumento de policiais anunciado pelo Governo de São Paulo, a fim de evitar aglomerações.
Em sua conta no Twitter, o prefeito Luiz Maurício (PSDB) reclamou o gasto de cerca de R$ 1 milhão com a Operação Verão. “Mais uma vez tivemos um caos na segurança em Peruíbe”, escreveu. Ele atribuiu a crítica à suposta falta de atuação da polícia para conter pancadões nos últimos dias (veja texto publicado abaixo).
Prefeito de Peruíbe critica atuação da Polícia Militar contra pancadões no Réveillon
Reprodução
Mais de 2,3 mil policiais militares foram enviados para reforçar a segurança na Baixada Santista durante a Operação Verão 2021/2022, que começou em dezembro e segue até março. Os policiais já estão na região e o reforço é uma ação do Governo do Estado. Destes, 145 estão em Peruíbe.
Polícia Militar
O g1 solicitou um posicionamento oficial da Polícia Militar mas, até a última atualização desta matéria, não obteve retorno. No entanto, na página do Instagram do 29º Batalhão da Polícia Militar, um texto publicado rebate as críticas do prefeito.
“As mulheres e homens que compõem o efetivo do 29º Batalhão de Polícia Militar do Interior e o reforço da Operação Verão estão extremamente compromissados para com a defesa da segurança das pessoas que residem e visitam os municípios do Litoral Centro Sul Paulista”, escreveu.
O texto diz que os policiais realizaram uma ação de dispersão de multidão na madrugada do sábado (1º) e que foram responsáveis por lavrar quatro flagrantes em Peruíbe, sendo uma prisão por tentativa de roubo e porte ilegal de arma de fogo; uma por violência doméstica; uma por furto qualificado e outra por direção perigosa.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »