Litoral

Santos paralisa vacinação de adolescentes por falta de imunizante


Segundo a prefeitura, não há mais doses da vacina da Pfizer. A vacinação deve retornar com a chegada de nova remessa. Vacina da Pfizer tem autorização da Anvisa para ser aplicada em adolescentes
Reprodução/ TV Globo
A Prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, paralisou a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos nesta terça-feira (18). Segundo a administração municipal, a cidade está nesse momento sem doses da Pfizer e este é o único imunizante autorizado para esta faixa etária.
A vacina da Pfizer está direcionada ao público de adolescentes de 12 a 17 anos e a adultos, que devem tomar a terceira dose com este imunizante. Além da Pfizer, a cidade tem a falta de outros imunizantes em postos específicos da cidade.
No Complexo Esportivo Rebouças , na Policlínica São Manoel e Piratininga e na Policlínica Castelo, há somente CoronaVac disponível. Já na Policlínica Nova Cintra, há falta do imunizante da Janssen.
Segundo a prefeitura, está prevista a chegada de uma nova remessa de imunizantes nesta quarta-feira dia (19). A Secretaria de Saúde espera que seja normalizada assim que os imunizantes forem entregues para a prefeitura.
Faltosos
Segundo a Secretaria da Saúde, Santos contabiliza 40.096 faltosos para a segunda dose, das 380 mil pessoas que tomaram a primeira, o que corresponde a 10,5% do total. A proporção de faltosos já chegou a 18%.
Com relação às doses de reforço, a cidade contabiliza 93.936 faltosos, o que representa 48,23% da população já elegível.
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »