Litoral

O que se sabe e o que falta saber sobre morte de médica em banheiro de pronto socorro de Cubatão


Polícia Civil aguarda os laudos periciais para determinar a causa da morte. Caso ocorreu em Cubatão (SP). Ana Carolina foi encontrada morta em pronto socorro que trabalhava
Reprodução/Redes Sociais
A médica Ana Carolina Borges Gorga, de 30 anos, foi encontrada morta dentro de um banheiro do Pronto Socorro de Cubatão (SP), na madrugada da última segunda-feira (24). Após o ocorrido, pacientes, amigos e familiares prestaram homenagens a profissional , por meio das redes sociais.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Após o corpo de Ana ser encontrado, equipes da Polícia Civil foram acionadas para atenderem ao caso, que foi registrado como morte suspeita, devido à falta de informações sobre o que pode ter levado a médica a perder a vida.
Leia também
Idosa de 103 anos é espancada até a morte por genro em MS
Mulher é morta a facadas e golpes de panela na cabeça; sobrinha de 14 anos confessa crime
Veja abaixo o que se sabe e o que falta saber sobre o caso.
O que se sabe sobre o caso:
A médica foi encontrada morta durante um plantão dela no Pronto Socorro Central
O caso é investigado pelo 3º Distrito Policial (DP) de Cubatão
A profissional também fazia residência de cirurgia plástica em um hospital de Santos
Família dela é de Cardoso (SP) e o corpo foi sepultado na cidade
Médica foi encontrada morta durante um plantão
Ana Carolina foi encontrada morta dentro do banheiro, durante seu plantão no Pronto Socorro Central de Cubatão. A Secretaria de Saúde e a administração do PSC informaram que estão colaborando com a Polícia Civil para a investigação da causa da morte.
Caso é investigado pelo 3º DP de Cubatão
Após a localização do corpo da profissional, foi feita perícia no local e o caso foi registrado na Delegacia Sede de Cubatão, sendo posteriormente encaminhado ao 3º DP da cidade, onde segue sendo investigado pela equipe policial.
Ana Carolina foi encontrada morta em pronto socorro que trabalhava em Cubatão, SP
Divulgação/Prefeitura de Cubatão
Médica também fazia residência de cirurgia plástica
Entre as funções que atuava, Ana Carolina fazia residência de cirurgia plástica em um hospital particular de Santos, cidade vizinha ao município de Cubatão. Por meio das redes sociais, muitas pacientes afirmaram que ela era uma ótima profissional, carinhosa e dedicada, e que mudou a vida delas com os procedimentos cirúrgicos que fez.
Família é de Cardoso (SP)
Conforme apurado pelo g1, familiares de Ana Carolina são de Cardoso (SP) e o corpo de médica foi velado e sepultado no Cemitério Municipal da cidade em que a família mora.
O que falta saber sobre o caso:
Qual as circunstâncias da morte?
Qual a linha de investigação da Polícia Civil?
Há possibilidade de ter algum suspeito envolvido no óbito da médica?
Qual as circunstâncias da morte?
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a unidade ainda aguarda os laudos periciais para determinar a causa da morte, que estão em fase de elaboração e serão analisados pela autoridade policial tão logo forem finalizados.
Qual a linha de investigação da Polícia Civil?
A Polícia Civil não divulgou a linha de investigação e informou que os detalhes serão preservados para garantir autonomia ao trabalho policial.
Há possibilidade de ter algum suspeito envolvido na morte da médica?
A Polícia não informou se a morte da médica pode ter ou não o envolvimento de algum suspeito.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »