Litoral

Polícia prende mulher suspeita de atear fogo em casa e matar o sogro no interior de SP


Crime aconteceu no dia 30 de janeiro, em Barra do Turvo. Idoso morreu após ter o corpo inteiro queimado. Residência fica na zona rural de Barra do Turvo, no Vale do Ribeira
Divulgação/Polícia Civil
A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (14) a mulher de 50 anos suspeita de atear fogo em uma casa em Barra do Turvo, no interior de São Paulo, no último dia 30 de janeiro. Na ocasião, um idoso de 70 anos, sogro da suspeita, morreu após ter o corpo inteiro queimado. A mulher foi conduzida ao sistema penitenciário por homicídio.
Segundo o Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter-6), após o incêndio, a investigação esclareceu o crime e identificou a autora. Assim, o delegado encarregado pediu a prisão temporária da suspeita, que foi acolhida pelo Poder Judiciário.
De acordo com o Deinter-6, policiais encontraram a mulher escondida na casa de uma de suas filhas, no interior do Paraná. O caso foi registrado pela Delegacia Sede de Barra do Turvo.
Conforme a polícia, a suspeita ateou fogo na residência com gasolina, após discutir com seu companheiro, de 43 anos, filho do idoso que morreu no incidente. Com a captura da suspeita nesta segunda-feira (14), ela foi conduzida ao sistema penitenciário.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »