Litoral

Asilo faz empréstimos em nome de idosos para sanar ‘dívidas extraordinárias’ em SP


Em documento, administradora disse à prefeitura que já solicitou junto ao banco o ressarcimento dos valores para a conta dos idosos, e que irá apurar o ocorrido. Administradora de lar para idosos fez empréstimos no nome de assistidos
Reprodução
Uma entidade que administra um lar permanente para idosos é investigada por pegar empréstimos em nome de assistidos, em Cubatão (SP). Em um e-mail enviado à comissão que investiga o caso, a OSC Abraço confirmou a manobra, e disse que foi para “sanar dívidas extraordinárias”. A prefeitura informou que já foi solicitado ao banco o ressarcimento dos valores para a conta dos idosos.
O caso é investigado pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) da Prefeitura de Cubatão, após denúncia levada por um de seus conselheiros, o advogado Arilton Viana. Em entrevista ao g1, o conselheiro contou que os empréstimos só foram descobertos por um erro cadastral no endereço dos idosos.
A administração do abrigo municipal mudou recentemente, mas nem todos os cadastros dos idosos foram atualizados. Assim, a instituição financeira onde os empréstimos foram feitos enviou, por engano, as cartas de cobrança para o endereço da antiga administradora.
Administradora de lar para idosos fez empréstimos no nome de assistidos
Helene Santos/Divulgação
As cartas foram repassadas ao advogado, que logo tornou o caso público em uma reunião da CMAS. Ele questionou a OSC Abraço, responsável pelo abrigo, sobre os empréstimos consignados. A resposta da empresa, por e-mail, foi que eles realmente foram feitos, “para sanar algumas despesas de caráter emergencial”, e que seriam quitados em cinco dias úteis, segundo consta na ata da reunião de 8 de fevereiro.
O prazo já venceu, mas a CMAS ainda não consegue informar se os valores foram quitados, nem quantos empréstimos realmente foram feitos. “Ainda está em investigação”, disse o conselheiro que fez a denúncia. “Pagar é o de menos. Não poderiam nem ter sido feitos [os empréstimos]. A conduta deles é reprovável”, acusa.
“Pelo menos três empréstimos foram descobertos, em nome de dois idosos. Somente tivemos a informação referente a dois idosos, porque até agora não foi investigado o restante”, admite.
Os empréstimos datam dos dias 13, 15 e 17 de janeiro deste ano, e o prejuízo total aos idosos ainda segue sob investigação. O caso, segundo Arilton, foi denunciado ao Ministério Público. No abrigo, residem 18 idosos atualmente.
“O que me preocupa é saber quais as modalidades de empréstimos que foram feitos. Se chegou a esse ponto, temo que mais da renda deles esteja comprometida”, diz o conselheiro.
Irregularidades
Uma Comissão Especial de Vereadores da Câmara de Cubatão acompanhou a transferência dos idosos da antiga gestão para a atual administradora, em setembro do ano passado. Os vereadores, no relatório final, apontaram 92 irregularidades, após visitas técnicas e outras investigações sobre a entidade, como falta de experiência no ramo e descuido com as condições clínicas e comorbidades dos idosos.
Em outubro do ano passado, pouco tempo após a nova gestão assumir, dois idosos morreram depois de contraírem Covid-19. Dezenas deles foram infectados, e pelo menos oito chegaram a ser internados devido a complicações causadas pela doença.
Prefeitura de Cubatão
Questionada pelo g1, a Prefeitura de Cubatão, contratante da administradora, informou que, na terça-feira (15), a OSC Abraço enviou um documento oficial ao conselho esclarecendo que os três empréstimos, no valor de R$ 800 cada, foram de fato realizados em nome de três idosos que vivem no lar, e que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).
O documento redigido pela Abraço chegou na quarta-feira (16) ao conhecimento da Secretaria de Assistência Social, ainda de acordo com a prefeitura. Nele, a OSC garante que já solicitou junto ao banco o ressarcimento dos valores para a conta dos idosos, e que irá apurar o ocorrido.
O g1 tentou, mas não conseguiu localizar a defesa da OSC Abraço até a última atualização desta reportagem.
VÍDEOS: As notícias mais vistas do g1

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »