Litoral

Com ajuda de anúncio em site de vendas, irmãos se reencontram no interior de SP após 38 anos sem contato


José Pereira da Silva, de 62 anos, estava morando nas ruas de Guarujá (SP). Assistente social teve ideia de ‘anunciá-lo’ e conseguiu encontrar um irmão dele em Tremembé, no interior paulista. Reencontro foi feito na quarta-feira (16). Com ajuda de anúncio em site de vendas, irmãos se reencontram no interior de SP após 38 anos sem contato
Arquivo pessoal
Depois de 38 anos sem nenhum tipo de contato, dois irmãos se reencontraram nesta quarta-feira (16) em Tremembé, no interior paulista. A história dessa reunião familiar começou com uma ideia inusitada de uma assistente social, que decidiu “anunciar” José Pereira da Silva, que estava vivendo em situação de rua em Guarujá (SP), em um site de vendas.
Compartilhe esta notícia no Whatsapp
Compartilhe esta notícia no Telegram
“A ideia [de fazer o anúncio no site de vendas] foi minha. Sempre uso as redes sociais para essas buscas, geralmente vejo o local de nascimento e publico nas redes sociais do município de origem. As páginas de vendas nas redes sociais são meus grandes aliados”, conta Rúbia Araújo, assistente social que teve a iniciativa que ajudou os irmãos a se reencontrarem.
José Pereira da Silva, de 62 anos, e Antônio Pereira da Silva, de 57, são de São João do Rio do Peixe, na Paraíba. Em 1984, o irmão mais velho saiu do nordeste e foi para Guarujá, no Litoral Sul de São Paulo, morar com a esposa.
José Pereira da Silva (direita) reencontrou o irmão Antônio Pereira após 38 anos separados
Arquivo pessoal
Em 2021, a companheira de José morreu e no mesmo ano o idoso sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), que impediu que ele continuasse trabalhando. Sem emprego, ele acabou indo morar nas ruas.
“Desde 1984 não tinha contato com nenhum deles. Foram 38 anos de muito trabalho, anos difíceis. Eu sentia e ainda sinto muita falta de todos eles, mas precisava trabalhar”, lamentou José.
Além de Antônio, José tem outros quatro irmãos. O mais novo saiu da Paraíba na década de 90 e foi viver em Tremembé, também para trabalhar. Ele mantém contato com os outros, mas nunca teve notícias de José em todos o tempo que ficaram distantes.
“Tinha muito tempo que a gente não tinha contato. Para você ter ideia, eu nem tinha nenhuma lembrança dele porque nos separamos muito novos. Aí pela foto que mandaram, vi já que a gente era muito parecido. Não tem como não bater a emoção. É sangue, né?”, disse Antônio, com quem José passou a morar.
LEIA TAMBÉM:
Filhos afegãos reencontram pais no Brasil após seis meses de fuga do Talibã
Raptado na infância, homem reencontra mãe após desenhar de memória o mapa de sua vila
Choro e desmaio: veja o momento do reencontro da família com a cachorra Pandora em Guarulhos, na Grande SP
A assistente social Rúbia Araújo (esquerda) e a professora Simone Ribeiro ajudaram no reencontro de José com o irmão
Helder Lima/ Prefeitura Guarujá
Início do reencontro
No dia 17 de janeiro, a história do reencontro dos irmãos começou a se desenhar. A professora Simone Ribeiro encontrou José nas ruas de Guarujá e buscou um abrigo da prefeitura, onde ele conheceu a assistente social Rúbia Araújo, que ouviu a história dele e deu início às tentativas de reencontrar a família do idoso.
Rúbia fez uma publicação em um site de vendas e em páginas de desapego em uma rede social e direcionou a publicação para São João do Rio do Peixe, cidade natal de José.
José se emocionou ao saber que reencontraria o irmão
Helder Lima/ Prefeitura Guarujá
Em três horas a assistente social conseguiu encontrar os cinco irmãos do idoso. Além de Antonio, três deles seguem vivendo na Paraíba e outra irmã mora em São José dos Campos (SP).
“Eu senti uma felicidade sem tamanho, foram quase 40 anos que a família não tinha notícias e nem ideia de como procurar. Já José não acreditou no começo, até por todo o tempo sem notícias, e em três horas eu contei que localizei todos os irmãos”, relembra a assistente social.
Antes do reencontro José já fez chamadas de vídeo com os familiares, passou por exames médicos e fez novos documentos. Agora o plano de Antônio é ajudar José a se aposentar.
* Sob supervisão de Fábio França
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »