Litoral

Santos inicia instalação de 3 mil lâmpadas de LED nesta segunda-feira


Iluminação será renovada nas ruas Amador Bueno, Frei Gaspar e Bittencourt, e na Praça Corrêa de Mello. Santos inicia instalação de 3 mil lâmpadas de LED nesta segunda-feira
Arquivo/Marcelo Martins/Prefeitura de Santos
A renovação da iluminação pública de Santos, no litoral de São Paulo, atenderá 14 bairros com 3 mil lâmpadas LED a partir desta segunda-feira (4). Na primeira etapa, a ser concluída na sexta-feira (8), será atendido o Centro Histórico, onde serão substituídas 181 luminárias nas ruas Amador Bueno, Frei Gaspar e Bittencourt, e na Praça Corrêa de Mello. A partir do próximo mês, começa a instalação das 2,8 mil restantes, em um serviço que se prolongará até julho.
As novas lâmpadas são 85 vezes mais eficientes e 25 vezes mais duráveis, segundo a prefeitura. Além disso, representarão uma economia de 1.588 MWh ao ano, equivalente ao consumo médio de 670 residências.
A energia economizada evitará a emissão de 98 toneladas de CO² na atmosfera, o que corresponde ao plantio de 588 novas árvores. Além do Centro, serão contempladas diversas ruas dos bairros Aparecida, Boqueirão, Campo Grande, Embaré, Encruzilhada, Estuário, Gonzaga, Jabaquara, Macuco, Paquetá, Valongo, Vila Mathias e Vila Nova.
A melhoria, realizada pela CPFL, é resultado da assinatura de um Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e/ou Compensatórias (Trimmc), e representa um investimento de R$ 4,5 milhões por parte da distribuidora de energia.
Trata-se de uma compensação pelos impactos decorrentes da construção de um novo sistema subterrâneo de alta tensão, estimado de R$ 220 milhões. O projeto envolve linhas subterrâneas de transmissão de energia, que serão distribuídas pelo município. Com a instalação desses cabos, não haverá necessidade de grandes postes ou torres metálicas nas ruas, de acordo com a companhia.
Além da iluminação, cujo trabalho será acompanhado pela Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), a distribuidora fará a troca de 30 árvores incompatíveis com a rede elétrica, e o plantio de 300 novas mudas, dentro do projeto ‘Arborização Segura’.
Serão substituídas, de forma gradativa, árvores que oferecem riscos à população e à integridade das redes elétricas e de outros equipamentos urbanos, identificadas por meio de um inventário realizado em parceria com a prefeitura. No lugar, serão plantadas novas espécies, de porte mais adequado para o convívio harmônico com o contexto urbano.
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »