Litoral

Excursão com 138 pessoas para parque em SC termina em confusão: ‘pesadelo’


Agência de excursões alega que foi um problema pontual, e se dispõe a arcar com os prejuízos. Turistas aproveitaram um dia no parque de diversão
Arquivo Pessoal
Uma excursão a um parque de diversões não terminou bem para um grupo de turistas que fechou um pacote de viagem com uma agência de Guarujá, no litoral de São Paulo. Os pagantes alegam terem sido vítimas de um golpe, devido a uma série de imprevistos que aconteceram na viagem, os fazendo pagar novamente por benefícios já inclusos. A agência denunciada afirma que houve um problema pontual, e que irá reembolsar os prejuízos. A Polícia Civil investiga o caso.
A excursão partiu às 23h de sexta-feira (1°) de Guarujá e levou 138 pessoas em três ônibus de turismo até Penha (SC). O planejado era que a excursão contasse com dois dias no parque de diversões, e o retorno fosse no domingo (3). Mas, conforme os relatos dos turistas, a viagem não seguiu como esperado.
Mayara do Carmo Mecena, de 30 anos, diz ter sido uma das vítimas do suposto golpe. Nesta terça-feira (5), ela relatou ao g1 que chegou com o grupo na pousada na manhã de sábado (2), onde tomou o café da manhã. Em seguida, os turistas foram ao parque, onde descobriram que as passagens para o local não estavam totalmente pagas, por isso, os ingressos não seriam liberados. Ainda segundo Mecena, o grupo, já perturbado, teve que arcar com o restante do valor para garantir as passagens.
Turistas pagaram quantia em aberto para garantir passagens no parque de diversão
Arquivo Pessoal
Após aproveitar o parque, mesmo diante dos imprevistos, Mayara relata que o grupo retornou para a pousada, onde descobriu que as diárias também não haviam sido totalmente pagas. Assim, os turistas tiveram que pagar uma quantia para retirar as bagagens, que estavam lá dentro, já que não desejavam mais seguir no passeio.
Em paralelo, os motoristas dos ônibus informaram aos passageiros que não receberam pagamento suficiente para o combustível. Assim, os turistas tiveram que arcar com os custos do diesel, para garantirem o retorno. Após a confusão, conforme Mayara, a pousada teria oferecido um valor simbólico para que os turistas dormissem lá antes de seguirem viagem. O grupo retornou no domingo (3).
“Muita frustração. Um pesadelo. Nunca mais”, afirma Mayara, que registrou um boletim de ocorrência sobre o caso na Polícia Civil.
Resposta
Ao g1, a responsável pela agência Raio de Sol Excursões e Eventos lamentou o ocorrido, e disse que, em sete anos de empresa, nunca havia acontecido uma situação semelhante. A denunciada justifica que foi internada dias antes da excursão, e esperava receber uma quantia em dinheiro para completar os gastos necessários para o passeio, mas isso não ocorreu.
“Entendo as pessoas que estão revoltadas, também estaria no lugar delas”, diz. A responsável ressalta que se disponibilizou a conversar com os envolvidos e devolver todo o valor gasto, mesmo que eles tenham usufruído de um dia no parque de diversões. “Em nenhum momento fugi, e estão me ameaçando”, lamenta.
Além de Mayara, outros pagantes que foram para o mesmo passeio registraram boletins de ocorrência sobre o ocorrido. A empresa também afirma estar buscando medidas legais para resolver a situação.
Turistas relatam frustração com situação
Arquivo Pessoal
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »