Litoral

Surfistas se surpreendem com tromba d’água que surgiu ‘do nada’ em praia de SP: ‘força descomunal’


Fenômeno ocorreu na Praia das Astúrias, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Fotógrafo de surfe registra tromba d’água em praia do litoral de SP, momentos antes de voltar para casa
Fernando Lopes
Um fotógrafo registrou uma tromba d’água, no último domingo (10) em uma praia de Guarujá, no litoral de São Paulo. O fenômeno é raro e, segundo o profissional, estava a cerca de 5 km da faixa de areia. As imagens foram divulgadas na manhã desta segunda-feira (11).
O fotógrafo de surfe Fernando Lopes, de 53 anos, contou ao g1 que sempre costuma ir às praias de Guarujá pela manhã para fotografar e, desta vez, avistou uma tromba d’água na Praia das Astúrias. “Eu já tinha guardado o equipamento e estava indo embora para subir as fotos para o site em que publico meu trabalho. Quando vi, de pronto saquei a câmera de 400 mm e registrei”.
Fotógrafo de surfe registra tromba d’água em praia do litoral de SP, momentos antes de voltar para casa
Fernando Lopes
Ele conta que, apesar de se tratar de um fenômeno raro, algumas pessoas que caminhavam pela praia “nem ligaram”. “Nesse horário havia apenas o pessoal fazendo caminhada, os cachorros e os surfistas, que ficaram abismados”.
Há 25 anos no ramo da cinegrafia e há cinco trabalhando como fotógrafo, Lopes nunca havia registrado este fenômeno. “Só cheguei a tirar fotos de raios, ventania e até da ISS, a Estação Internacional, que parece uma estrela cadente e passa direto pela região”.
Fotógrafo de surfe registra tromba d’água em praia do litoral de SP, momentos antes de voltar para casa
Fernando Lopes
Segundo o climatologista e hidrologista da ONG Amigos da Água, Rodolfo Bonafim, a tromba d’água é um tornado no mar. “É um fenômeno meio raro, geralmente acontece em áreas de instabilidade na região do mar”.
Bonafim afirma que, apesar de não ter muita abrangência, cerca de 50 a 100 m de diâmetro, a tromba d’água reúne ventos muito fortes e ondulações muito grandes. “Normalmente elas não se aproximam muito da praia e ficam no mar, algumas chegam a ter força, mas quem se aproxima tem que ser avisado de que se trata de um fenômeno perigoso”, alerta.
O fotógrafo que fez o registro do fenômeno ainda acrescentou que, quando viu a tromba d’agua, ficou abismado. “A natureza tem uma força que é descomunal”, finaliza.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »