Litoral

Polícia Ambiental liberta pássaros em cativeiro e apreende armas de fogo no interior de SP


O infrator foi multado em mil reais. Polícia Ambiental realiza soltura de passáros que estavam em cativeiro e apreensão de armas de fogo no interior de SP
Divulgação/Polícia Militar Ambiental
A Polícia Militar Ambiental do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, realizou a soltura de dois pássaros, que estavam sendo mantidos em cativeiro, e apreendeu armas de fogo e munições durante patrulhamento pelo Bairro Boa Vista, em Cajati, na sexta-feira (20). O infrator foi multado em mil reais.
A equipe visualizou aos fundos de uma propriedade pássaros engaiolados. Então, efetuou contato com o proprietário, que acompanhou os agentes em uma vistoria.
No local, foram encontrados pássaros da espécie Azulão e Canário da Terra, ambos estavam em gaiolas individuais, sem anilhas ou sinais de identificação. Logo depois, no interior da propriedade, os policiais encontraram uma espingarda cartucheira pendurada na parede.
Após a vistoria, a polícia levantou a relação dos objetos. Os agentes encontraram uma espingarda calibre 28 e outra calibre 22, que estava desmontada. Além delas, oito cartuchos de metal deflagrados calibre 28, três de metal recarregados calibre 28, cinco também de metal calibre 22 e dois pios de madeira.
Duas armadilhas para captura de animais de pequeno e médio porte também foram localizadas, assim como quatro embalagens plásticas contendo chumbo, outra com pólvora e mais uma com 38 espoletas. Também identificaram uma escova para limpeza de espingarda.
O criminoso negou ter autorização para a posse das armas de fogo, munições e pássaros. Portanto, os objetos foram encaminhados ao Distrito Policial (DP) de Cajati, onde o delegado tomou ciência dos fatos e registrou o boletim de ocorrência da Polícia Civil e auto de exibição e apreensão das armas e petrechos.
Na esfera administrativa, foi realizado um auto de infração ambiental no valor de mil reais por ter em cativeiro pássaros da fauna silvestre sem a devida permissão.
Os pássaros, por apresentarem sinais de recente captura, foram soltos em seu habitat natural e tiveram suas respectivas gaiolas destruídas.
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »