Litoral

Grupo de voluntários vai ao Haiti para cuidar da saúde bucal de pessoas em vulnerabilidade.


Destino é a cidade de Lacroix, lar de um dos integrantes. ONG planeja viagem para o Haiti para promover a saúde bucal em pessoas vulneráveis
Um grupo de voluntários de uma ONG voltada à serviços odontológicos vai viajar para o Haiti com o objetivo de promover a saúde bucal em pessoas em situação de vulnerabilidade social. A viagem acontecerá entre os dias 18 e 27 de julho, e o destino é a cidade de Lacroix, lar de um dos envolvidos. (Veja o vídeo acima)
Trata-se de uma equipe formada por jovens de diversos lugares do Brasil, como Santos, no litoral de São Paulo, Mogi das Cruzes e Maranhão. Ao g1, dois representantes destacam que a meta é atender cerca de 400 crianças e as famílias delas durante o período.
“Nosso propósito, nossa missão, é levar saúde odontológica, médica e social para a cidade. Essas crianças nunca foram assistidas, e o Haiti é um dos países que mais precisam de ajuda. Vamos levar um pouco de esperança e amor para elas. Farei gincanas e levarei brinquedos para que possamos interagir e, assim, ensinar mais sobre higiene bucal”, explica a empresária Laís Cardoso.
Volta para casa
Além de ajudar a comunidade local, a viagem representa um reencontro com as origens para um integrante do grupo. O haitiano e estudante de odontologia Raynold Louima relembra sua vida em Lacroix e conta que só teve contato com um dentista aos 22 anos, quando chegou no Brasil. Ele vive no país desde 2013 e, inclusive, possui nacionalidade brasileira.
“A situação dos dentes das crianças e adultos, realmente, é triste. Eu só tive contato com um dentista no Brasil, e isso me comoveu bastante para que essas pessoas também tenham uma oportunidade com a odontologia”, desabafa.
Raynold Louima voltará à sua cidade natal
Reprodução
Desde que saí, sempre tive aquela vontade de ajudar os meus pais e também a comunidade. O sofrimento era muito, muito grande.
Ajuda
Para a realização da viagem, o grupo precisa de R$ 20 mil. O valor será utilizado para o transporte, equipamentos, alimentação e serviço de tradução no país da América Central. À reportagem, Louima destaca que cada integrante vai arcar com as próprias despesas nas passagens aéreas.
Em busca da verba, a ONG iniciou um vaquinha on-line e conta com doações para arrecadar a quantia necessária para a viagem.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »