Litoral

Criança autista realiza sonho de ‘voar’ graças a professora e reação emociona.


Pedro Henrique Lins, de 10 anos, ama aviões e helicópteros. Professora não mediu esforços para surpreendê-lo. Criança autista realiza sonho de voar de helicóptero graças a professora de escola pública
Uma criança com transtorno do espectro autista, de apenas 10 anos, realizou o sonho de voar de helicóptero graças a atitude de sua professora. A mãe de Pedro Henrique Lins contou ao g1, nesta segunda-feira (4), que o filho ama helicópteros e que ele ficou muito emocionado com a surpresa, principalmente por poder voar por Praia Grande, no litoral de São Paulo, cidade onde mora.
Aos dois anos e meio Pedro foi diagnosticado com autismo, e a paixão por helicópteros também foi percebida pela família desde cedo. “Pedro gosta muito de helicópteros e aviões desde os quatro anos de idade. Ele tem verdadeira fascinação, conhece sobre turbinas, motores e modelos”, disse a mãe da criança, Silvia de Almeida Lins, de 42 anos.
Pedro relatou à família que ficou muito feliz e emocionado com a surpresa
Arquivo pessoal
Silvia acrescenta que, no dia a dia, o filho desenha helicópteros e espalha os desenhos pela casa. Os desenhos também são feitos durante as sessões de terapia e na sala de aula. “Seu passatempo favorito é desenhar helicópteros e fantasiar que um dia andaria em um. Como toda pessoa com TEA, ele tem hiperfoco, um padrão de comportamento restrito e repetitivo”.
A professora Ângela Silva, que dá aula para o Pedro em uma escola municipal de Praia Grande, percebeu o desejo dele de voar e entrou em contato com uma construtora da cidade que possui um helicóptero, contou a história do aluno e perguntou se poderiam ajudar a realizar o sonho do menino.
A professora Ângela Silva ajudou a realizar o desejo de Pedro de voar de helicóptero
Arquivo pessoal
O pedido da professora foi atendido pela empresa e, no dia 24 de junho, Pedro teve seu desejo realizado. “Foi feita uma surpresa para ele. Quando ele foi até a construtora, achou que somente iria conhecer o helicóptero, mas quando ele soube que voaria, a primeira reação foi ficar surpreso, depois disse que estava muito feliz e que era o sonho dele. Ele nos contou que ficou feliz demais e emocionado”, relatou a mãe.
A professora conta que entrou em contato com outra instituição para tentar o voo, mas não teve sucesso. Foi quando contatou a construtora e imediatamente foi respondida. “Fiquei maravilhada [com a resposta positiva], mas não queria causar grandes expectativas. No final tudo deu certo e eu senti uma forte emoção, porque uma atitude tão pequena fez uma diferença enorme na vida do Pedro”, disse Ângela.
A profissional acrescenta que todos os dias eles falam sobre aeronaves, fazem desenhos em sala de aula e que começaram a escrever um livro que será publicado em breve.
Silvia ressaltou ao g1 que ficou muito feliz e agradecida pela atitude da professora e que será ‘eternamente grata’. “Com um pequeno gesto ela fez o sonho de uma criança especial se tornar realidade. Foi uma atitude nobre. Queria falar também sobre o carinho do pessoal da construtora, eles planejaram tudo e fomos muito bem recebidos”.
Sobre os elogios pelo gesto, Ângela diz que faz com os alunos o que gostaria que fizessem pelos seus filhos. “Olho-os sabendo que o mundo é redondo e que ainda os encontrarei e, certamente, tenho responsabilidade por essas crianças e seus destinos”, finaliza.
Pedro desenha vários helicópteros e espalha pelas pares da casa
Arquivo pessoal
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »