G1Litoral

Homem compra carne para aniversário do filho e se surpreende: ‘verde e com cheiro de podre’em Bertioga, no litoral de São Paulo.


Cliente levou quase 1h para recuperar o dinheiro no mercado de Bertioga, no litoral de São Paulo. Ele comprou 3,2 kg e o comércio queria restituir só 2,1 kg pois o produto estava em promoção. Pai compra mais de 3 kg de carne em mercado de Bertioga (SP) para comemorar aniversário do filho e descobre que estava ‘podre e estragada’
Reprodução/ Facebook
Um homem comprou 3,2 kg de carne a vácuo em um mercado de Bertioga, no litoral de São Paulo, para um churrasco de aniversário do filho de 5 anos, mas ao desembalar o produto percebeu que a carne estava verde e “com cheiro podre”. Ele gastou R$ 72 e disse só ter recebido o dinheiro de volta após “muita luta”.
O pai do menino, um pintor de 33 anos, que preferiu não se identificar, contou ter comprado as duas peças de acém a vácuo um dia antes da churrascada. “Como não conheço muito de carne, eu pedi uma ajuda para um funcionário do açougue. Ele me garantiu que as duas peças estavam ótimas”.
Ao mesmo tempo, segundo o pai do menino, o funcionário havia dito que as demais carnes que ficaram no freezer estavam “passadas”.
No dia da festa de aniversário, o pintor disse ter aberto a embalagem e sentido um cheiro muito forte de estragado. “Estava verde [a carne]. Eu lavei e temperei para ver se podia ser o cheiro do vácuo, mas percebi que não era e fui até o mercado”.
Homem que comprou a carne estragada foi informado pelo mercado que só receberia o reembolso de 2,1 kg do produto.
Reprodução
Segundo o pintor, a carne estava dentro do prazo de validade, com a indicação de domingo (24) na etiqueta. Dessa forma, o homem disse ter ido com a prima até o mercado para trocar a carne ou ter o dinheiro de volta.
Assim que apresentou o problema, no entanto, o homem disse ter sido informado pelo subgerente que só teria a devolução do dinheiro de 2,1 kg da carne devolvida. O funcionário do mercado, de acordo com o cliente, se justificou dizendo que, no dia em que foi comprada, a carne estava em promoção.
“Depois de muita luta, quase 1 hora, consegui recuperar o dinheiro”, disse o pintor.
Churrascada mantida
O homem informou ter usado o dinheiro recuperado para comprar a carne em outro mercado. A história ganhou repercussão após a prima do pintor ter publicado a história nas redes sociais.
No post, ela destacou a atitude do mercado em não querer devolver o dinheiro com base no peso da carne, uma vez que foi comprada em promoção.
A reportagem procurou a rede Semar, mas, até a publicação desta matéria, não obteve resposta.
A prima do pintor chegou a fazer uma reclamação nas redes sociais pelo mal atendimento no caso da carne estragada no mercado em Bertioga, SP.
Reprodução/ Facebook
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »