Tecnologia

iPhones terão mesma entrada de celulares Android, diz vice-presidente da Apple


Durante evento do jornal The Washington Post, Greg Joswiak afirmou que será uma adaptação às exigências feitas pela União Europeia para padronização das entradas. “Não temos escolha”, disse. Celulares da Apple terão entrada semelhantes às dos aparelhos Android.
Steve Johnson/Unplash
Todo usuário de iPhone conhece bem esse cenário: a bateria está por um fio, mas o carregador não está disponível – não adianta pedir emprestado o carregador de pessoas próximas que usam celulares Android, uma vez que a entrada de energia dos telefones da Apple é diferente das de todos os outros.
Essa situação está prestes a mudar. Na terça-feira (25), o vice-presidente de Marketing da Apple, Greg Joswiak, afirmou que os próximos aparelhos da fabricante virão com a porta USB-C, a mesma usada por aparelhos Android.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhem no Telegram
A afirmação foi feita durante o evento Tech Live, do jornal norte-americano The Wall Street Journal.
Quando questionado se a empresa atenderia às determinações da União Europeia para padronização da entrada de carregador, ele respondeu: “Obviamente. Temos de segui-las. Não temos escolha”.
Durante a entrevista, Joswiak transpareceu que a medida se dá muito mais por uma necessidade de adequação à decisão da União Europeia que por uma escolha da própria Apple – tradicionalmente, a empresa sempre preferiu utilizar os aparelhos desenvolvidos por seus especialistas a adotar dispositivos recomendados por legislações.
LEIA TAMBÉM
GUIA DE COMPRAS: g1 testa iPhone 13 e outros celulares que são objetos de desejo
VALORES: Apple reduz preços de celulares antigos; confira os novos valores
iPHONE 14: g1 testa aparelho ‘mais acessível’ da linha atual
Afirmação foi feita pelo vice-presidente de Marketing, Greg Joswiak.
Justin Sullivan/France Presse
Joswiak alegou que a situação das entradas diferentes pode ser resolvida com a utilização de adaptadores – mas isso é justamente o que a União Europeia espera evitar, já que a meta é a redução da produção e descarte de lixo eletrônico no continente.
O executivo não deu um prazo específico para que essa mudança ocorra, mas rumores no mercado dão conta de que a Apple já faz testes com a entrada USB-C e que poderá colocá-la em seus aparelhos já em 2023.
Até o momento, os iPhones utilizam a entrada exclusiva chamada “Lightning”.
O iPad, tablet da Apple, já conta com a entrada USB-C.
Carregador padrão
União Europeia decidu padronizar os carregadores para diminuir a produção de lixo eletrônico.
Reuters
No último dia 4, o Parlamento Europeu aprovou uma reforma nesta terça-feira (4) que torna obrigatório o carregador universal para celulares. Com a mudança, a Apple terá que trocar o carregador de seus iPhones e de outros dispositivos em países da União Europeia a partir de setembro de 2024.
As novas regras tornarão os conectores USB-C – usados ​​por dispositivos baseados em Android – padrão em todo o bloco de 27 países.
NINGUÉM VÊ: usuários comemoram chegada de recurso do WhatsApp que permite esconder ‘online
A reforma, que foi aprovada por uma esmagadora maioria no parlamento, foi a primeira desse tipo em todo o mundo. Por ter um mercado consumidor grande, a decisão na UE pode incentivar mudanças em outros países.
A mudança também será aplicada a laptops a partir de 2026, dando aos fabricantes mais tempo para se adaptar, embora muitos já usem USB-C.
Espera-se que a Apple seja a mais afetada das grandes fornecedoras de dispositivos eletrônicos para clientes europeus, embora analistas digam que o impacto pode ser positivo se houver um estímulo do aumento das compras da empresa.
O acordo também abrange e-readers, fones de ouvido e outras tecnologias, o que significa que também pode ter impacto na Samsung, Huawei e outros fabricantes de dispositivos, disseram analistas.
Procuradas pela Reuters, Apple, Samsung e Huawei não responderam até a última atualização da reportagem.
Sob a reforma, telefones celulares e outros dispositivos vendidos após o outono de 2024 terão que ser compatíveis com o carregador único, disse Alex Agius Saliba, o legislador da UE que conduziu a reforma na Assembleia da UE.
Carregadores antigos não serão proibidos, no entanto, para que os clientes possam continuar usando modelos mais antigos.
Initial plugin text
g1 testa iPhone 14
g1 testa iPhone 14

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »