Policia

Vila Madalena, em São Paulo, é a única representante brasileira na lista de bairros mais legais do mundo


Ranking foi organizado pela revista inglesa ‘Time Out’. O bairro Colonia Americana, em Guadalajara, no México, lidera a seleção. Beco do Batman – uma das principais atrações da Vila Madalena.
Amanda Perobelli/Estadão Conteúdo
A revista inglesa “Time Out” publicou a edição 2022 da lista dos 51 bairros mais legais do mundo – e tem presença paulistana na seleção: a Vila Madalena ocupa a 13ª posição do ranking liderado por Colonia Americana, bairro de Guadalajara, no México. O bairro boêmio de São Paulo é a única presença brasileira entre os locais escolhidos.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
A lista é elaborada a partir de pesquisa realizada entre 20 mil viajantes selecionados pela revista. Eles devem apontar os melhores lugares para diversão, boa gastronomia, atividades culturais e vida comunitária.
Vila Madalena é conhecida pelos agitos noturnos
TV Globo
Nas palavras da revista:
“O bairro de Vila Madalena deve suas características boêmias aos estudantes da Universidade de São Paulo, que chegaram ao local na década de 1980 seduzidos pelo encanto dos aluguéis baratos – e das caipirinhas ainda mais baratas.”
Ainda de acordo com a publicação, é comum encontrar jovens tatuados lotando os bares desde o fim da tarde até o amanhecer – apesar de as apresentações de samba atraírem um público de idade variada.
“A grande atração é o Beco do Batman – uma galeria a céu aberto que reúne os trabalhos dos melhores artistas urbanos de São Paulo.”
LEIA TAMBÉM
MELHORES BARES: bar em Barcelona, na Espanha, é eleito o melhor do mundo em 2022
CARNE: conheça as melhores churrascarias do mundo
NO MAR: veja as 29 praias brasileiras premiadas por qualidade da água e segurança em lista internacional
RESTAURANTES: quatro restaurantes de SP ficam entre os 100 melhores restaurantes do mundo
Veja, abaixo, a lista dos bairros mais legais do mundo:
1. Colonia Americana (Guadalajara, México)
Colonia Americana é considerada a capital “underground” de Guadalajara, no México.
Bar Americas
2. Cais do Sodré (Lisboa, Portugal)
Cais do Sodré é o centro da vida noturna em Lisboa.
Reprodução
3. Wat Bo Village (Siem Reap, Camboja)
Aspectos da cultura religiosa do Camboja são encontrados com facilidade em Wat Bo Village.
Reprodução
4. Ridgewood (Nova York, Estados Unidos)
Situado entre os distritos do Brooklyn e Queens, em Nova York, Ridgewood é conhecida pela diversidade.
Reprodução
5. Mile End (Montreal, Canadá)
Mile End é, historicamente, lar de vários artistas e de restaurantes muito bem recomendados.
Reprodução
6. Barrio Logan (San Diego, Estados Unidos)
Barrio Logan é um núcleo de cultura mexicana em San Diego, Los Angeles.
Reprodução
7. Shimokitazawa (Tóquio, Japão)
Após passar por uma grande reforma em 2019, Shimokitazawa se transformou em um dos bairros mais visitados de Tóquio.
Reprodução
8. Cliftonville (Margate, Inglaterra)
Os penhascos e a grande comunidade artística são os destaques de Cliftonville.
Reprodução
9. Barrio Yungay (Santiago, Chile)
Primeiro bairro planejado do Chile, o Barrio Yungay é local de residência do presidente Gabriel Boric.
Reprodução
10. Cours Julien (Marselha, França)
Os mercados locais estão entre as principais atrações de Cours Julien.
Reprodução
11. Shawlands (Glasgow, Escócia)
Os grandes parques – além dos cafés e restaurantes – estão entre os destaques de Shawlands, na Escócia.
Reprodução
12. Dundas West (Toronto, Canadá)
Dundas West é considerado um paraíso para consumidores de cultura – no bairro, há várias galerias.
Reprodução
13. Vila Madalena (São Paulo, Brasil)
Beco do Batman é apontado como destaque na Vila Madalena.
Amanda Perobelli/Estadão Conteúdo
14. San Isidro (Havana, Cuba)
A arte local está nas paredes de San Isidro.
Reprodução
15. Neukölln (Berlim, Alemanha)
Neukölln é marcada pelos prédios históricos.
Reprodução
16. Avondale (Chicago, Estados Unidos)
17. Walthamstow (Londres, Inglaterra)
18. Sants (Barcelona, Espanha)
19. Little India (Singapura)
20. Riona Sanità (Nápoles, Itália)
21. Silver Lake (Los Angeles, Estados Unidos)
22. Wan Chai (Hong Kong)
23. Barrio de las Letras (Madri, Espanha)
24. Vesterbro (Copenhaguen, Dinamarca)
25. West End (Vancouver, Canadá)
26. Levinsky (Tel Aviv, Israel)
27. Fitzroy (Melbourne, Austrália)
28. Kilimani (Nairóbi, Quênia)
29. Coconut Grove (Miami, Estados Unidos)
30. Northern Quarter (Manchester, Inglaterra)
31. Letná (Praga, República Tcheca)
32. Noord (Amsterdan, Holanda)
33. Marrickville (Sidney, Austrália)
34. Chacarita (Buenos Aires, Argentina)
35. Kelham Island (Sheffield, Estados Unidos)
36. Dogpatch (San Francisco, Estados Unidos)
37. Ximending (Taipei, Taiwan)
38. Sea Point (Cidade do Cabo, África do Sul)
39. Pagrati (Atenas, Grécia)
40. Santurce (San Juan, Porto Rico)
41. Barrio Escalante (San José, Costa Rica)
42. Ubud (Bali, Indonésia)
43. Kingsland (Auckland, Nova Zelândia)
44. Haut-Marais (Paris, França)
45. Bandra West (Mumbai, Índia)
46. Thonglor (Bankok, Tailândia)
47. Fortitude Valley (Brisbane, Austrália)
48. Moda (Istanbul, Turquia)
49. Stoneybatter (Dublin, Irlanda)
50. FESTAC Town (Lagos, Nigéria)
51. Versalles (Puerto Vallarta, México)
Initial plugin text
De onde vem o que eu bebo: o café especial que faz o Brasil ser premiado no exterior
De onde vem o que eu como: laranja

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »