Tecnologia

Elon Musk diz que selo azul em versão paga do Twitter ficará suspenso enquanto não houver proteção conta perfis fake


Bilionário disse que o benefício para quem assina o Twitter Blue só será retomado quando houver alta confiança de que usuários não poderão se passar por terceiros. Segundo ele, a rede social deverá criar um esquema de cores para os rótulos com objetivo de diferenciar empresas e pessoas. O empresário Elon Musk.
Reuters via BBC
O bilionário Elon Musk disse nesta segunda-feira (21) que o Twitter vai suspender sua versão paga até garantir que ninguém possa comprar o selo de verificado para se passar por terceiros. Segundo ele, a rede social poderá adotar um esquema com selos de cores diferentes.
“Adiando o relançamento do Blue Verified [nome do benefício que dá o selo de verificado para quem assinar o Twitter Blue] até que haja alta confiança para interromper as imitações”, disse Musk. “[O Twitter] provavelmente usará verificação de cor diferente para separar organizações de indivíduos”.
Musk no Twitter: 3ª semana termina com saída de funcionários e escritórios fechados
As polêmicas por trás do Koo, rede social indiana que viralizou no Brasil
A declaração do empresário acontece dias após contas ganharam o selo de verificado ao assinar o Twitter Blue e se passaram por terceiros, como o ex-presidente dos EUA Donald Trump, o astro do basquete Lebron James e o personagem fictício Marios Bros.
Até mesmo o perfil @Jesus ganhou o selo de verificado após ter assinado a versão paga lançada recentemente pela rede social no valor de US$ 8 por mês.
Nos Estados Unidos, a farmacêutica Lilly registrou queda de 4% das ações no dia em que um perfil fake da empresa pagou para ter o selo azul e publicou que daria insulina “de graça”. Em seu perfil verdadeiro, a Lilly pediu desculpas pela mensagem enganosa.
5 pontos sobre a crise do Twitter
5 pontos sobre a crise do Twitter

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »