Policia

Queda de energia cancela voos em aeroporto das Filipinas e causa aglomeração no salão principal


Mais de 300 voos foram afetados. Problemas devem ser resolvidos dentro de 72 horas. Fila de passageiros no Aeroporto de Manila nesta segunda-feira (2)
Eloisa Lopez/REUTERS
A principal porta de entrada para as Filipinas se esforçou para retomar os serviços completos nesta segunda-feira (2), depois que uma queda de energia no Ano Novo abalou seu controle de tráfego aéreo e interrompeu cerca de 300 voos.
Foram 361 voos atrasados, cancelados ou desviados;
Cerca de 65.000 passageiros foram afetados;
Outros voos foram redirecionados para o espaço aéreo filipino;
Aeroporto de Manila é considerado um dos piores gateways internacionais de grande circulação;
Atrasos são recorrentes por lá.
Uma falha no fornecimento de energia primária e secundária causou a interrupção no aeroporto de Ninoy Aquino e deve levar cerca de 72 horas para as companhias aéreas normalizarem suas operações, disse Cesar Chiong, gerente geral da Autoridade do Aeroporto Internacional de Manila.
Vários dos quatro terminais do aeroporto estavam lotados na segunda-feira, com longas filas de pessoas tentando remarcar voos enquanto outros passageiros cansados dormiam em cadeiras ou até mesmo no chão.
Jovem espera sentada olhando multidão no salão principal do aeroporto de Manila, nas Filipinas
Eloisa Lopez/REUTERS
“Nas 24 horas que esperamos, agora estamos muito exaustos pela falta de sono, meu corpo está doendo por toda a espera”, disse Kirana Mangkabong, 32, uma trabalhadora estrangeira.
Aeroportos estão sendo construídos nas províncias ao redor de Manila para aliviar a pressão, inclusive em Cavite e em Bulacan, porém, esses devem iniciar suas operações a partir de 2027.
O ministério dos transportes descartou a sabotagem, mas prometeu investigar o caos do aeroporto, que renovou os pedidos para que o gateway existente seja atualizado e melhor operado.
Salão principal do aeroporto de Manila, nas Filipinas.
Eloisa Lopez/REUTERS
O gerente geral do aeroporto, Chiong, disse que a instalação introduziu seu próprio sistema de energia em 2018, mas que no domingo os sistemas principal e de backup falharam.
Uma vez conectados diretamente à eletricidade comercial regular, os sistemas sofreram uma oscilação de energia que forçou o desligamento de equipamentos, incluindo radares e comunicações, disse ele.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »