Tecnologia

Twitter demite ao menos 12 pessoas de equipes de moderação de conteúdo


Funcionários faziam parte dos escritórios da rede social na Irlanda e em Singapura. Segundo executiva, não houve cortes nas equipes que fazem trabalho de moderação diariamente. Twitter
REUTERS/Stephen Lam/File Photo
O Twitter fez mais cortes na equipe que lida com moderação de conteúdo e combate a discurso de ódio e assédio na plataforma, informou a Bloomberg neste sábado (7). Segundo o site, ao menos 12 pessoas foram demitidas nos escritórios da empresa na Irlanda e em Singapura.
Entre os funcionários demitidos, está Nur Azhar Bin Ayob, que havia sido contratado recentemente para chefiar a divisão de integridade do site na região Ásia-Pacífico, e Analuisa Dominguez, diretora sênior de política de receitas do Twitter.
Os cortes também afetaram integrantes de equipes que lidam com política de desinformação, pedidos de apelação de decisões sobre conteúdo e veículos de mídia estatais.
Demissões no Twitter: Como dispensas em massa vão impactar a desinformação global
O que fez Elon Musk se tornar o primeiro a perder US$ 200 bilhões de fortuna?
A vice-presidente de Confiança e Segurança do Twitter, Ella Irwin, confirmou à Reuters que a empresa fez alguns cortes em sua divisão, mas não deu detalhes.
“Temos milhares de pessoas em Confiança e Segurança que trabalham na moderação de conteúdo e não fizemos cortes nas equipes que fazem esse trabalho diariamente”, disse a executiva por e-mail.
Segundo ela, alguns dos cortes aconteceram em áreas que não tinham muito volume ou que fazia sentido consolidar sob o comando de uma pessoa.
No início de novembro, poucas semanas após Elon Musk assumir o comando, o Twitter demitiu cerca de 3.700 funcionários para reduzir custos. Depois, outras centenas de profissionais se demitiram.
A queda das ‘big techs’
Juan Silva/ g1

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »