Politica

Aliados de Bolsonaro vão se afastar do ex-presidente depois de depredação de Brasília

Depois das cenas de depredação de Brasília por bolsonaristas radicais, aliados de Bolsonaro decidiram que vão se afastar ainda mais do ex-presidente para não associarem as imagens deles aos atos golpistas que aconteceram no fim de semana na capital do país.
No próprio domingo (8), aliados do ex-presidente já davam declarações e divulgavam mensagens condenando o vandalismo patrocinado por grupos radicais ligados a Bolsonaro.
Atentado dos bolsonaristas golpistas se deu com invasão e vandalismo no Congresso Nacional
O governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas, fez questão de dizer que as cenas ocorridas e Brasília não seriam toleradas em São Paulo.
Entre líderes do Centrão, a avaliação é que os ataques de bolsonaristas radicais empurram ainda mais o grupo para uma aproximação com o atual presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.
Até o PL de Bolsonaro, único partido que anunciou oposição a Lula, criticou a depredação na capital.
O posicionamento de Bolsonaro, que criticou a depredação mas buscou associá-la a atos passados da esquerda, foi criticado por aliados do ex-presidente da República.
Segundo líderes do Centrão, Bolsonaro segue, a seu modo, incentivando esse tipo de atos golpistas e terroristas que não contribuem para normalizar o clima no país.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »