Tecnologia

Guilherme Fiuza tem perfis retidos no Twitter, Instagram, YouTube, Facebook e Telegram


Contas nas redes sociais estavam suspensas na manhã desta quarta-feira. g1 não conseguiu contato com jornalista. Jornalista Guilherme Fiuza durante lançamento de livro
Ana Paula Vasconcelos/ Divulgação
O perfil do jornalista Guilherme Fiuza nas redes sociais está fora do nesta quarta-feira (4). A conta no Twitter aparece como retida “em resposta a uma demanda legal”. Estão indisponíveis ainda o Instagram, o YouTube, o Facebook e o Telegram de Fiuza.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
O canal “Guilherme Fiuza Oficial” do Telegram diz que a comunidade foi bloqueada por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O YouTube informou que “o canal foi suspenso em função de decisão judicial cujo processo corre em segredo de justiça”. Instagram e Facebook disseram que não vão comentar.
O g1 não conseguiu contato com o Twitter e com o Telegram.
LEIA MAIS:
Conta suspensa ou retida? Entenda as punições do Twitter
Jornalistas que cobrem Elon Musk têm contas no Twitter suspensas
Segundo apuração da TV Globo, o bloqueio das contas foi determinado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.
Guilherme Fiuza é autor de livros e colunista. Os canais no YouTube, Twitter e Instagram somam mais de 1 milhão de seguidores, segundo o próprio site do jornalista. A reportagem não conseguiu contato com ele.
Conta do Telegram do jornalista Guilherme Fiuza
Reprodução/ Telegram
Conta do twitter do jornalista foi retida
Reprodução/ Twitter
Canal do Guilherme Fiuza no Youtube
Reprodução/ Youtube

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »