Tecnologia

Criadora do robô ChatGPT planeja lançar versão paga para uso profissional

OpenAI afirmou que ainda não há nada oficial, mas convidou usuários para se inscreverem em lista de espera para versão que fará o robô enviar respostas mais rápidas. Conheça o ChatGPT, a tecnologia que viralizou por ter resposta para (quase) tudo
O ChatGPT, robô conversador que viralizou nas últimas semanas, deverá ganhar uma versão paga voltada para uso profissional. Segundo a desenvolvedora OpenAI, a ferramenta vai dar respostas mais rápidas no novo plano.
Em seu canal no aplicativo de mensagens Discord, a empresa convidou usuários a se inscreverem em uma lista de espera para acessar a versão profissional do robô. A ideia é selecionar alguns deles para um período de testes antes que o modelo pago seja liberado para todos.
Robô ‘ChatGPT’ escreve redação do Enem em 50 segundos; saiba quanto ele tiraria na prova
Estilo repetido, falta de citações, ‘enrolation’…. professores descobrem falhas em textos do robô ChatGPT, mas elogiam novidade
“Estamos começando a pensar em como monetizar o ChatGPT (pensamento inicial, nada oficial para compartilhar ainda)”, disse a OpenAI, na segunda-feira (9).
“Nosso objetivo é continuar melhorando e mantendo o serviço, e a monetização é uma forma que estamos considerando para garantir sua viabilidade a longo prazo”.
A OpenAI afirma que o ChatGPT pago ficará disponível a todo momento, sem enfrentar quedas que podem acontecer na versão gratuita. Além disso, será possível enviar quantas mensagens o usuário quiser, acabando com o limite que existe hoje para algumas contas.
O ChatGPT ganhou fama por ser capaz de responder os mais variados tipos de perguntas e cumprir muitas tarefas, como criar músicas e poemas. Ele foi treinado por inteligência artificial para tentar replicar o pensamento e o jeito de escrever de um ser humano.
LEIA TAMBÉM:
ChatGPT: conheça o robô conversador que viralizou por ter resposta para (quase) tudo
Microsoft prepara versão de buscador Bing baseada no robô ChatGPT para desafiar Google, diz site

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »