Mundo

Falha que paralisou voos nos EUA revela sistemas de tráfego aéreo obsoletos no país


Administradora da aviação tem enfrentado dificuldades para modernizar operações. Pane na quarta-feira (11) suspendeu todos os voos saindo dos Estados Unidos por uma hora e meia. Apagão em sistema de comunicação provoca cancelamento e atraso em voos dos EUA
A falha de um sistema que resultou na suspensão de todos os voos dos Estados Unidos na quarta-feira (11) não é o primeiro problema desse tipo a prejudicar as operações aéreas nos Estados Unidos.
A falha, que deixou mais de 11.000 voos em solo por uma hora e meia, revelou as dificuldades que a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) tem tido para modernizar sua tecnologia.
A paralisação, causada pela pane no sistema de alerta que envia mensagens de segurança para pilotos, ocorreu menos de duas semanas depois de um sistema crítico de controle de tráfego aéreo também causar atrasos nos principais aeroportos da Flórida.
A FAA tem lutado para modernizar algumas partes antigas do controle de tráfego aéreo. Um relatório do Escritório de Inspeção Geral (OIG) do Departamento de Transportes de 2021 citou repetidamente os desafios no projeto de infraestrutura multibilionário do Sistema de Transporte Aéreo de Próxima Geração (Next) da FAA.
O OIG disse que seu trabalho “mostrou que a FAA tem lutado para integrar as principais tecnologias e recursos NextGen devido a atrasos prolongados no programa que causaram atrasos de efeito cascata com outros programas”.
‘TWITTER DA AVIAÇÃO’: Entenda o que é NOTAM, o ‘twitter da aviação’ que apresentou falha sem precedentes e parou milhares de voos nos EUA
Em outubro, por exemplo, a FAA disse que estava trabalhando para acabar com uma prática de décadas na qual controladores de tráfego aéreo usam tiras de voo de papel para rastrear aeronaves. Mas adotar essa mudança em 49 grandes aeroportos só será concluída no final de 2029.
Passageiros enfrentam filas em aeroporto de Chicago após paralização de voos por falha em sistema nos EUA em 11 de janeiro de 2023
Charles Rex Arbogast/AP
A FAA também tem tentado modernizar o sistema de Avisos para Missões Aéreas (NOTAM) “para melhorar a entrega de informações críticas de segurança às partes interessadas da aviação”, de acordo com seu site. O sistema fornece aos pilotos, tripulações de voo e outros usuários do espaço aéreo dos EUA avisos de segurança relevantes, oportunos e precisos.
Em abril passado, a FAA começou a investir US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,1 bilhão) dos US$ 5 bilhões (R$ 25 bilhões) reservados no pacote de infraestrutura assinado em lei em 2022.
A verba será usada no reparo e substituição de equipamentos essenciais no sistema de controle de tráfego aéreo, incluindo sistemas de energia, equipamentos de navegação e clima e radar e sistemas de vigilância em todo o país.
“Há muito trabalho necessário para reduzir o acúmulo de trabalho de manutenção, atualizações e substituição de edifícios e equipamentos necessários para operar o espaço aéreo de nossa nação com segurança”, disse o vice-administrador da FAA, Bradley Mims.
Na Flórida, um sistema conhecido como En Route Automation Modernization (ERAM) usado para controlar o tráfego aéreo levou a FAA em 2 de janeiro a emitir uma ordem de parada no solo, diminuindo o tráfego nos aeroportos e interrompendo centenas de voos.
O problema com o sistema ERAM em um importante centro regional de controle de tráfego aéreo em Miami estava por trás de dezenas de atrasos de voos no Aeroporto Internacional de Miami e voos para outros aeroportos no estado do sul dos EUA.
O ERAM substituiu em 2015 o computador En Route Host de 40 anos e o sistema de backup usado em 20 Centros de Controle de Tráfego de Rota Aérea da FAA em todo o país.
Monitoramento de voos mostra aviões em solo nos aeroportos dos EUA
O presidente do Comitê de Transporte da Câmara, Sam Graves, um republicano, classificou como “imperdoável” a falha da FAA em manter e operar adequadamente o sistema de controle de tráfego aéreo.
A FAA disse que em 2020 era mais difícil ” contratar talentos técnicos de maneira tão rápida e eficaz do que no passado”.
O Departamento de Transportes, que supervisiona a FAA, tem lutado com a tecnologia da informação. Em 2019, um relatório do Government Accountability Office sobre o planejamento de TI do governo federal constatou que o DOT era uma das três principais agências norte-americanas sem um plano de modernização.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »