G1Litoral

Motorista que viralizou com serviço de ‘flagras’ em motéis reencontra pai biológico após repercussão do trabalho


Elizandra Regina de Cândido, de 48 anos, viralizou nas redes sociais ao fazer uma publicação oferecendo transporte inusitado em São Vicente, no litoral de São Paulo. Motorista que viralizou com serviço de ‘flagras’ em motéis reencontra pai biológico e troca de carro após repercussão em São Vicente, SP
Arquivo Pessoal
A motorista que viralizou nas redes sociais ao fazer oferecer transportes inusitados, como levar mulheres para dar “flagras” em maridos saindo de motéis, em São Vicente, no litoral de São Paulo, disse ao g1, nesta quinta-feira (12), que reencontrou o pai biológico com a repercussão do trabalho. Ele inclusive a ajudou a trocar de carro.
Elizandra Regina de Cândido, de 48 anos, afirma que muitas coisas boas aconteceram na vida dela após ter chamado a atenção da web. A retomada do contato com o pai, que ela já conhecia, mas havia ido morar no Mato Grosso do Sul. “Com toda a repercussão achei meu pai”.
“A gente começou a fazer amizade e, em meados de outubro do ano passado, ele falou que queria vir para Santos me dar um presente. Me deu o nome. [Na ocasião] viu que meu carro era velho e ai me registrou e me ajudou a comprar um carro novo”.
Elizandra Regina de Cândido reencontrou o pai biológico após repercussão de post com serviços de ‘flagras’ em São Vicente, SP
Arquivo Pessoal
Segundo Elizandra, o sonho dela é comprar um apartamento. “Não pago aluguel, mas meu sonho é comprar um apartamento, e estou batalhando para isso. Meu carro foi presente, não pago prestação. Agora vou juntar dinheiro para comprar um apartamento”.
Ela disse não apensar em trocar de trabalho, que adora a repercussão que a história dos ‘flagras de marido’ teve pois, graças à experiência, se encontrou como motorista particular. Elizandra afirmou que, dependendo do dia, chega a trabalhar 15h.
“Paro, às vezes, para comer alguma coisa na minha casa e aos finais de semana trabalho com aplicativo que é muito bom. Tiro um dia de folga na semana para mim, normalmente às terças, mas não recuso trabalho de jeito nenhum”, disse.
Elizandra disse já ter sido até chamada para trabalhar com política, mas, embora não descarte a possibilidade, entende que precisa estudar mais. Então, por enquanto, garante que não pensa em trocar de trabalho. “Tenho clientes em São Paulo, tenho uma do interior que vem para cá para eu prestar serviço a semana inteira. Essa virada de chave foi sensacional para minha vida”, completou.
Antes de trabalhar como motorista particular, Elizandra vendia os laços que confeccionava
Arquivo Pessoal
LEIA TAMBÉM:
Motorista que não atende homens viraliza ao oferecer serviço para dar ‘flagras’ em motéis de SP: ‘me reinventei na pandemia’
Motorista com serviço de ‘flagras’ em motéis diz que cliente ficou paralisada; VÍDEO
Motorista que viralizou com serviço de ‘flagras’ em motéis interrompe atividade após sofrer ameaças
Motorista de São Vicente viralizou ao oferecer serviço de transporte inusitado para mulheres
Reprodução/Redes Sociais
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »