Mundo

Escola dos EUA foi advertida que menino de 6 anos poderia estar armado antes de atirar


Um administrador havia sido informado da possibilidade de que o menino teria uma arma consigo. Reprodução de vídeo que mostra viaturas policiais perto da escola de Newport News
Reuters
Uma escola de ensino fundamental dos Estados Unidos foi advertida de que um aluno de seis anos, que atirou contra sua professora, poderia ter uma arma, mas a mesma não foi encontrada durante uma revista em sua mochila, informaram as autoridades locais nesta sexta-feira (13).
Em um caso que deixou os americanos atônitos, apesar de estarem cada vez mais acostumados à violência armada, o aluno aparentemente escondeu a arma em outro lugar antes de atirar contra a professora na escola Richneck de Newport News, Virgínia, em 6 de janeiro.
LEIA TAMBÉM
O que acontece quando uma criança de 6 anos atira na professora, como ocorreu nos EUA?
Menino de 6 anos atira e fere gravemente professora em escola nos Estados Unidos
A professora, Abigail Zwerner, de 25 anos, ficou gravemente ferida, mas sobreviveu ao ataque, e nenhum outro aluno ficou ferido.
O superintendente da escola, George Packer, comunicou aos pais na quinta-feira que um administrador havia sido informado da possibilidade de que o menino teria uma arma consigo, segundo Michelle Price, porta-voz das escolas da cidade.
Parker afirmou “que a mochila do estudante de 6 anos foi revistada por um funcionário da escola depois que recebeu a informação de que o estudante poderia ter uma arma. Nenhuma arma foi encontrada”, disse Price.
Parker não disse como a escola soube da arma, uma Taurus 9 mm, uma pistola popular para a defesa pessoal.
Kelly King, porta-voz da polícia de Newport News, disse que um funcionário da escola foi notificado de uma possível arma de fogo na escola antes do disparo.
Acrescentou que a polícia não foi informada da arma antes do incidente.
O menino, cuja identidade não foi revelada, foi detido e colocado sob atenção médica.
Devido à sua idade, não é provável que sejam apresentadas denúncias contra ele, embora as autoridades considerem que ele agiu de forma intencional.
Seus pais, em contrapartida, poderiam enfrentar acusações por permitir que o menino tivesse acesso a uma arma.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »