G1Litoral

Veterinário é preso por maus-tratos a animais e suspeito de armazenar pornografia infantil; VÍDEO


Agentes cumpriam um mandado de busca e apreensão contra o homem, que mora em Itanhaém, no litoral de SP, e, ao chegar na casa dele, se depararam com outro crime, o de maus-tratos a animais. Ele foi preso e os aparelhos eletrônicos confiscados para investigação policial. Veterinário é preso por maus-tratos a animais em Itanhaém
Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém, no litoral de São Paulo, prenderam um veterinário de 44 anos por maus-tratos a animais durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão da casa do mesmo homem, que foi denunciado e é suspeito por armazenar pornografia infantil. Os agentes também recolheram os aparelhos eletrônicos para serem investigados pelo Instituto de Criminalística de Santos.
O delegado da DIG de Itanhaém disse, em entrevista ao g1, que a polícia começou a investigar o veterinário após uma denúncia anônima, que resultou em uma apuração preliminar e no mandado contra ele.
Na última sexta-feira (13), uma equipe da DIG de Itanhaém foi até a casa do homem, no bairro Jardim Laranjeiras, para cumprir o mandado e apreender os eletrônicos, quando se deparou com um imóvel com dez cães e um gato vivendo em um ambiente insalubre, em situação de maus-tratos. Ele também foi multado em R$ 30 mil.
Dez cães mantidos em situação de maus-tratos foram resgatados do local
Reprodução
Conforme a autoridade policial, a equipe recolheu todos os aparelhos eletrônicos do suspeito que podem armazenar conteúdos de pornografia e, na sequência, o Departamento de Proteção Animal de Itanhaém foi acionado.
Ao g1, o diretor do departamento Willian Ramos contou que a casa do veterinário estava em condições completamente insalubres, com muita urina e fezes de cães e ratos espalhados pelo chão.
No local também foram encontrados materiais e remédios de uso veterinário enferrujados e vencidos. Os materiais foram apreendidos. As autoridades não souberam afirmar se ele ainda exercia a profissão na residência.
Materiais e remédios de uso veterinário foram encontrados enferrujados e vencidos no local
Reprodução
Após constatação de que os dez cães e um gato encontrados na casa do veterinário estavam submetidos a maus-tratos, o suspeito de armazenar conteúdos de pornografia infantil foi preso em flagrante pelos maus-tratos. Ele será encaminhado à cadeia pública de Peruíbe, cidade vizinha, onde ficará preso até a audiência de custódia.
Maus-tratos a animais
Dez cães foram resgatados pela ONG Saúde Animal Para Todos, onde receberam atendimento e serão tratados até estarem saudáveis para serem adotados. A ONG possui parceria com a Prefeitura de Itanhaém para atendimentos voltados à causa animal.
Ao g1, o diretor da ONG disse que o gato encontrado na casa do veterinário fugiu antes que pudesse ser resgatado.
Materiais vencidos, enferrujados e eletrônicos foram apreendidos
Reprodução
Além de ser preso em flagrante por maus-tratos a animais, o veterinário de 44 anos recebeu uma multa no valor de R$ 3 mil para cada animal resgatado da casa dele. A multa foi imposta pelo Departamento de Proteção Animal de Itanhaém e o preso em flagrante deverá pagar ao menos R$ 30 mil.
Armazenamento de conteúdo pornográfico infantil
O delegado da DIG de Itanhaém ressaltou ao g1 que as investigações aprofundadas com os materiais eletrônicos do veterinário apontarão se ele também distribuía o conteúdo que tinha armazenado, ou se apenas mantinha as imagens e vídeos salvas, o que é crime.
A autoridade policial pontuou, também, que os conteúdos armazenados pelo veterinário a princípio não foram gravados pelo suspeito. Se assim fosse, o crime seria, antes de mais nada, de estupro de vulnerável. O caso segue sendo investigado pela polícia.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »