Mundo

Você viu? Atos terroristas em Brasília, gastos com cartões corporativos de Bolsonaro, crise na Americanas, BBB 23 e revelações do Príncipe Harry


Uma seleção de reportagens publicadas no g1 com as notícias de 9 a 13 de janeiro. Atos golpistas com invasão e depredação de prédios dos três poderes em Brasília. Fim do sigilo dos gastos com cartões corporativos da Presidência da República no governo de Jair Bolsonaro. A crise na Americanas após a divulgação de rombo de R$ 20 bilhões. A lista de participantes da edição de 2023 do Big Brother Brasil. Novas revelações de Príncipe Harry sobre sua vida pessoal e a família real britânica.
📩 Newsletter: receba um resumo de notícias do dia no seu e-mail
Atos terroristas em Brasília
Policiais sobem a rampa do Palácio do Planalto vistos através de uma janela quebrada por vândalos durante invasão em Brasília
Eraldo Peres/AP
Um dia de terror no coração da República. No último domingo, bolsonaristas radicais que estavam em acampamento no QG do Exército, em Brasília – e que tiveram o reforço de caravanas que chegaram de diferentes partes do país – invadiram e depredaram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto. São prédios históricos, tombados, e que foram vandalizados. Obras de arte que foram danificadas. Documentos que foram vasculhados e gabinetes que foram invadidos. Muito além da perda material, uma tentativa de ameaça à democracia.
Os terroristas foram retirados pela polícia dos locais invadidos, assim como os bolsonaristas que permaneceram nos acampamentos, que foram desmontados em todo o país. Mais de mil pessoas foram detidas e, após triagem, parte do grupo foi encaminhado para presídios do Distrito Federal. A ação dos golpistas levou à intervenção federal na segurança do DF, decretada pelo presidente Lula. O coronel que chefiava a PM durante os ataques foi preso, e o governador do DF, Ibaneis Rocha, foi afastado por 90 dias e vai ser investigado. O então secretário de Segurança, Anderson Torres, teve prisão decretada. Presidentes dos três poderes divulgaram uma nota conjunta pregando união e repudiando os atos golpistas. Lula disse estar convencido de que portas do Planalto foram abertas para entrada de terroristas.
E teve mais…
A PF foi à casa de Anderson Torres em Brasília para cumprir mandado de prisão. Até o envio desta newsletter, o ex-secretário estava fora do país. Ao vasculhar o local, agentes encontraram uma minuta de um decreto para instaurar estado de defesa na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e mudar o resultado das eleições de 2022. Agora, Torres vai ter que explicar de quem foi a ideia da proposta. Para investigadores, a minuta é uma primeira prova de que o governo Bolsonaro cogitou dar um golpe.
LISTAS: Saiba quem agiu e quem financiou atos golpistas em Brasília
VÍDEO: Militares do Exército dificultaram ação da PM em ato terrorista em Brasília
DEPOIMENTO: Empresário preso em ato diz que teve hotel e viagem pagos
ARMAS APREENDIDAS: Radicais presos tinham estacas, estilingues e ferramentas
EXCLUSIVO: O relato de 2 meses dentro do acampamento bolsonarista em Brasília
ENTENDA: Por que minuta de Anderson Torres pode ser considerada golpista
Cartões corporativos de Bolsonaro
O governo federal já começou a quebrar sigilos impostos pelo ex-presidente Jair Bolsonaro. Foram divulgados os gastos com cartões corporativos da Presidência da República de 2019 a 2022, que somam R$ 27,6 milhões. Entre os gastos que mais surpreenderam estão as despesas com 659 marmitas e quase três mil lanches durante uma visita a Roraima em 2021. O valor total de R$ 109 mil no restaurante Sabor da Casa foi o maior com alimentação ao longo do mandato usando os cartões.

Também chamaram a atenção os gastos da Presidência em Guarujá, no litoral de São Paulo, região visitada algumas vezes por Bolsonaro ao longo de seu mandato. Lá as despesas com cartões corporativos chegaram a R$ 1,7 milhão em dois hotéis, um restaurante, um supermercado e um posto de gasolina. Só no Ferraretto Hotel, que recebeu membros da equipe de Bolsonaro, foi deixado R$ 1,4 milhão.
LISTA: Veja gastos por categoria e por CNPJ
NAS REDES: Os memes dos gastos de Bolsonaro em padarias
Crise na Americanas
A descoberta de um rombo de R$ 20 bilhões na Americanas instaurou uma crise numa das principais varejistas do país. Após a empresa divulgar um comunicado no qual informava sobre “inconsistências em lançamentos contábeis” e o presidente da companhia, Sergio Rial, renunciar ao cargo junto com o diretor financeiro, André Covre, as ações da Americanas na Ibovespa caíram quase 80% em um único dia – maior queda de uma empresa na bolsa brasileira desde 2008. Seu valor passou de R$ 10,8 bilhões para R$ 2,4 bilhões.
Especialistas ainda avaliam o impacto da crise no setor do varejo, já afetado pela pressão inflacionária e pela alta dos juros no país. Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil e um dos acionistas da Americanas, perdeu, em um único dia, US$ 329 milhões – cerca de R$ 1,68 bilhão – de sua fortuna de US$ 16 bilhões. Ao lado de Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, que também perderam cifras milionárias, ele foi responsável por reverter os prejuízos que a empresa sofria na década de 1980 e transformá-la num negócio lucrativo. Conheça aqui a história da Americanas.
ENTENDA: Como o mercado financeiro avalia a crise na gigante do varejo
SOBE E DESCE: Como funciona a dinâmica da bolsa de valores
Partipantes do BBB 23
BBB 23: saiba quem são os participantes da nova edição
A ansiedade acabou! A tão esperada lista dos participantes da edição de 2023 do Big Brother Brasil foi, finalmente, divulgada. Depois da escolha, por votação, dos dois integrantes que ficaram ao lado de outros dois candidatos dentro de uma casa de vidro num shopping do Rio de Janeiro, interagindo com quem passava por lá, os nomes de todos os 22 jogadores se tornou público. Mais uma vez, ele estão divididos entre Camarote, o grupo de famosos, e Pipoca, até então desconhecidos. O elenco inclui atores, cantores, modelos, médico, atletas, atendente, fazendeiro, empresário e influencer. Quer conhecer o perfil de cada um? Leia a reportagem completa. O BBB 23 estreia na segunda-feira, 16.
Selo gif BBB completo
Reprodução

Revelações do príncipe Harry
Pessoas fazem fila diante de livraria em Londres, no Reino Unido, para comprar livro do príncipe Harry, em 10 de janeiro de 2023.
Peter Nicholls/ Reuters
Uma agressão física cometida pelo irmão mais velho. O consumo de cocaína pela primeira vez aos 17 anos. A morte de 25 pessoas durante missões militares no Afeganistão. A perda da virgindade de forma “humilhante” com uma mulher mais velha. Essas são algumas das revelações feitas pelo príncipe Harry em sua autobiografia “Spare” (em pré-venda no Brasil com o título “O que sobra”).
Às vésperas do lançamento da publicação, o duque de Sussex deu um entrevista a uma rede de televisão britânica. Harry afirmou que membros de sua família foram “para a cama com o diabo”, como se referiu à imprensa dos tabloides britânicos, para manchar a reputação dele e de sua esposa, Meghan Markle, e melhorar suas próprias reputações. Ele também disse que não reconhece mais seu pai, o rei Charles, ou seu irmão mais velho, o príncipe William, herdeiro do trono.
DIAS DE CONTROVÉRSIA: Livro de príncipe Harry foi colocado à venda por engano antes do dia na Espanha
RECORDE: Publicação é obra de não ficção vendida mais rapidamente na história do Reino Unido
SEXO, DROGAS E MONARQUIA: ‘O mais estranho livro já escrito sobre a família’, diz jornalista correspondente real

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »