Politica

Pela segunda vez em oito meses, PCO tem perfil no Twitter bloqueado


Rede social informa que conta está retida “em resposta a demanda legal”. Partido teve perfis bloqueados em junho de 2022 após ataques ao STF. Mensagem sobre bloqueio parece no lugar da página do PCO no Twitter com mensagem
Reprodução
O Twitter bloqueou o perfil do PCO (Partido da Causa Operária), neste sábado (14), após decisão da Justiça. Ao acessar o perfil @PCO29, o Twitter informa que a conta está retida “em resposta a uma demanda legal”.
É a segunda vez em oito meses que o partido tem contas nas redes sociais bloqueadas pela Justiça. Em junho de 2022, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou o “imediato bloqueio” de perfis do PCO nas redes sociais.
Leia mais:
Monark e Nikolas Ferreira têm contas retidas no Twitter por decisão judicial
Apoiador de Bolsonaro, senador Alan Rick tem perfis retidos em redes sociais
Deputado bolsonarista de MT tem contas retidas em redes sociais por decisão judicial
O PCO é investigado no chamado inquérito das fake news por ataque ao Supremo e a ministros da Corte. A Polícia Federal apura se a estrutura do PCO, que conta com recursos dos fundos partidário e eleitoral, está sendo utilizada para atacar a democracia.
“Há relevantes indícios da utilização de dinheiro público por parte do presidente de um partido político – no caso, o PCO – para fins meramente ilícitos, quais sejam a disseminação em massa de ataques escancarados e reiterados às instituições democráticas e ao próprio Estado Democrático de Direito, em total desrespeito aos parâmetros constitucionais que protegem a liberdade de expressão”, escreveu Alexandre de Moraes, no ano passado.
Moraes manda investigar PCO após partido atacar STF
Na primeira decisão, Moraes fixou multa de R$ 20 mil por dia em caso de descumprimento, com ofícios enviados para Twitter, Instagram, Facebook, Telegram, YouTube e TikTok. Desta vez, apenas o perfil no Twitter está bloqueado.
Em junho de 2022, o partido classificou a decisão do ministro como “censura” e disse que “está escancarada a ditadura dos 11 ministros que não receberam um único voto”. “Pela dissolução imediata do STF”, continuou a sigla.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »