Policia

México transforma antiga colônia penal em destino turístico


Islas Marinas, que abrigava presídio desativado, se transforma para receber turistas com vista para o Pacífico. Soldado observa chegada de barco turístico em antigo presídio nas Islas Marinas, no México.
Raquel Cunha/ Reuters
Uma das prisões mais notórias do México começa um novo capítulo neste fim de semana como um refúgio no Oceano Pacífico após uma reforma destinada a atrair turistas para a antiga colônia penal.
O presidente Andrés Manuel Lopez Obrador inaugurou na sexta-feira o Centro Turístico de Islas Marias, querendo transformar a prisão federal de décadas no arquipélago de Islas Marias em uma atração ambiental e um local para os amantes de história.
“Este é o turismo para excursões, para explorar, para viver com a natureza”, disse Lopez Obrador. “Recriar a história é algo excepcional, extraordinário.”
Ao lado de vilas para hospedar os hóspedes, um restaurante, um café e praias, o local reformado inclui um arco com o nome de Nelson Mandela, que passou cerca de 18 anos atrás das grades na África do Sul, antes de ser eleito presidente do país.
Mandela é “um exemplo de que mesmo atrás dos muros da prisão, ideais e mudanças podem sobreviver para aqueles que querem mudar a história”, disse o governo do México em um vídeo.
Localizadas a cerca de 100 km do estado de Nayarit, as Islas Marias se tornaram uma prisão em 1905 sob o ditador Porfirio Diaz até serem fechadas por Lopez Obrador em 2019.
A penitenciária já abrigou muitos presos políticos, incluindo José Revueltas, um influente escritor mexicano preso várias vezes por seu ativismo de esquerda.
Mulher tira foto nas Islas Marinas, no México.
Raquel Cunha/ Reuters
O governo anunciou pacotes turísticos para as ilhas, com balsas para o assentamento de Puerto Balleto a partir da próxima semana. O centro será administrado pela Marinha Mexicana e faz parte de uma Reserva da Biosfera protegida pela Unesco.
O México teve um boom turístico pós-pandemia, com chegadas internacionais ao país aumentando 56,4% nos primeiros 10 meses de 2022 ante mesmo período do ano passado.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »