G1Litoral

Polícia prende dupla de Itaquera que invadiu Instagram de secretário do litoral de SP para aplicar golpes financeiros


Vítima é o atual secretário de Cultura e Turismo de Praia Grande (SP). Criminosos moram em Itaquera, na capital paulista Criminosos invadem rede social de secretário do litoral de SP e aplicam golpe
Polícia Civil
A Polícia Civil prendeu dois homens por terem invadido o perfil do Instagram do secretário de Cultura e Turismo de Praia Grande, no litoral de São Paulo. A dupla foi detida no bairro Itaquera, na capital paulista, onde mora. De acordo com a investigação policial, ambos fazem parte de uma organização criminosa que invade e usa as redes sociais de vítimas para aplicar golpes.
No caso do secretário Maurício da Silva Petiz, de 58 anos, a policia disse que os criminosos teriam usado o aplicativo anunciar oportunidade de investimentos financeiros e enganar os contatos dele, fazendo novas vítimas.
O Instagram foi invadido em 10 de outubro de 2022 e os criminosos, de 23 e 21 anos, foi presos na última quinta-feira (19), em cumprimento de mandados de prisão preventiva e busca e apreensão. As investigações dos agentes começaram logo após o registro de ocorrência do crime.
A Prefeitura de Praia Grande disse, em nota, que, por se tratar de um assunto de caráter pessoal, a administração municipal e o secretário não falarão sobre o caso. Ressaltaram ainda que não houve prejuízo financeiro para o secretário e terceiros.
Prisões
Os criminosos foram presos em ruas diferentes no mesmo bairro, em Itaquera, na capital paulista. Os policiais vistoriaram os imóveis e apreenderam três celulares, um notebook e 19 chips de linhas telefônicas.
O material passará por análise e, se a polícia encontrar novos conteúdos, uma segunda etapa das investigações será iniciada para identificar outros envolvidos na organização criminosa e rastrear valores obtidos de forma ilícita.
Segundo a polícia, um dos criminosos confessou que invadia de 20 a 30 perfis de redes sociais por dia, mas não disse como tinha acesso à conta das pessoas.
O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Praia Grande como pratica do crime de invasão de dispositivo informático e fraude eletrônica.
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »