Politica

Tebet escolhe economista Luciana Servo para ser presidente do Ipea


Ela será a terceira mulher a comandar o instituto, cuja função é de realizar estudos sociais e econômicos, dando apoio técnico e institucional ao governo em políticas públicas. Luciana Servo será nova presidente do Ipea
Helio Montferre/Ipea
A economista e servidora de carreira Luciana Servo será a nova presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (20), por meio de nota, pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.
O Ipea é uma fundação pública vinculada à pasta comandada por Tebet. O instituto tem como função realizar pesquisas e estudos sociais e econômicos, dando apoio técnico e institucional ao governo na avaliação, formulação e acompanhamento de políticas públicas.
Em nota, a ministra ressaltou o papel do Ipea e do IBGE, dois órgãos vinculados à sua pasta, no auxílio ao planejamento das políticas do governo.
“Que Brasil somos? É o IBGE que faz o retrato. A segunda pergunta é: qual Brasil queremos ser? Brasil que garanta educação de qualidade, que ninguém fique nas filas de hospital. Esse é o papel do Ipea, ele pega o Brasil que a gente quer e esmiúça”, disse Tebet.
Servo será a terceira mulher a comandar o Ipea. A primeira foi Aspásia Camargo, entre 1993 e 1995, e a segunda, Vanessa Petrelli Corrêa, presidente interina em 2012.
A ministra Simone Tebet ainda não anunciou quem será o novo presidente do IBGE.
Perfil
Luciana Mendes Santos Servo é doutora em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e mestre, também em economia, pela Universidade de São Paulo (USP).
É servidora do Ipea desde 1998. Nos últimos anos, vinha trabalhando em projetos focados na saúde, como “Avaliação de políticas de saúde”, “Prioriza SUS”, “Contas SHA para o Brasil” e “Conta Satélite de Saúde”.
A pesquisadora também é coautora de relatórios do Conselho de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (Cmap) do governo federal.
Outros nomes
Tebet já anunciou os nomes dos principais secretários que compõem o Ministério do Planejamento e Orçamento. São eles:
Gustavo Guimarães para secretário-executivo
Paulo Bijos na Secretaria de Orçamento Federal
Leany Lemos na Secretaria de Planejamento
Renata Amaral na Secretaria de Financiamento Externo e Integração Nacional
Sérgio Firpo na nova Secretaria de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas
O Ministério do Planejamento e Orçamento foi recriado neste ano pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No governo anterior, as funções ficavam dentro do Ministério da Economia.

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »