G1Litoral

Trabalhadores protestam por contratação de mão de obra local em refinaria da Petrobras, em Cubatão, SP


Movimento aconteceu em frente a Refinaria Presidente Bernardes, nesta segunda-feira (23). Protesto de trabalhadores em frente a refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão.
Ronaldo Araújo
Milhares de trabalhadores fizeram um protesto em frente a Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão (SP), na manhã desta segunda-feira (23). Segundo a Comissão dos Desempregados de Cubatão e os sindicatos que representam a categoria, a empresa não está cumprindo o acordo alinhado entre dezembro de 2022 e em janeiro de 2023 para a contratação de mão de obra local.
Um dos líderes do movimento, Ronaldo Araújo Queiroz disse ao g1 que as contratações deveriam ser direcionadas aos moradores de Cubatão e que isso não está acontecendo.
De acordo com ele, na função de parada da manutenção da refinaria, 70% das vagas devem ser para trabalhadores do município e 30% para funcionários que não são da região. Já para a função na área de manutenção, o acordado foi 80% para pessoas da cidade e 20% para os que vivem em outras localidades.
Ronaldo explicou ainda que o protesto é uma forma de pressionar a RPBC para o cumprimento das solicitações. “Fechamos o acordo com eles [empresa] já faz 60 dias. Cerca de 5 mil pessoas ficaram na porta da refinaria esperando uma resposta. Tem que ser alinhado o que foi prometido. Fazer a divisão que foi acertado e todo mundo trabalhar”, disse ele.
Trabalhadores fazem protesto em frente à refinaria da Petrobras, em Cubatão
Além disso, de acordo com os manifestantes, a empresa precisa rever as condições de saúde e transporte para os moradores dos bairros Cota e Água Fria. “O sindicato está recebendo muita reclamação de problemas referentes a água e [apresentando] reações de saúde. Os funcionários que estão empregados estão ficando doentes”, disse Ronaldo.
Um representante da Petrobrás recebeu a categoria na porta da empresa, na manhã desta segunda-feira. “Falamos com ele [representante] o que queremos e precisamos. Ele disse que vão passar essas demandas para a diretora da Petrobrás e que, em breve, vão nos informar a data do próximo encontro”, finaliza.
Petrobras
Em nota, a Petrobras disse que, no desenvolvimento de suas atividades, realiza a contratação de empresas prestadoras de serviços e que não interfere nas relações entre as empresas contratadas, seus trabalhadores e sindicatos.
A companhia reforçou que todos seus contratos de serviço estão em conformidade com a legislação vigente e que a Refinaria Presidente Bernardes (RPBC) opera normalmente.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »