G1Litoral

Mãe de menino cego que sentiu ‘Pelé em braille’ celebra inclusão do filho em projeto escolar: ‘sabe toda a biografia’; VÍDEO


Projeto ‘O Menino que foi Protagonista na sua História’ foi realizado em uma escola estadual em Guarujá, no litoral de São Paulo. Professora cria ‘Pelé em braille’ para aluno com deficiência visual ‘sentir’ o Rei
A mãe do menino cego que ‘sentiu’ uma imagem de Pelé ao participar de um projeto sobre a história do Rei do Futebol em uma escola estadual em Guarujá, no litoral de São Paulo, ficou emocionada ao ver o filho incluído na atividade. Ao g1, a autônoma Lucélia Celestino da Silva contou, nesta segunda-feira (13), que o menino também está feliz por ter aprendido mais sobre o ídolo. “Ele sabe toda a biografia do Pelé”, disse (veja o vídeo acima).
O projeto aconteceu na Escola Estadual Tancredo Neves, no bairro Jardim Primavera. Uma das formas que as professoras de Yuri Silva do Nascimento, de 10 anos, encontraram para inclui-lo na atividade foi por meio da punção [técnica de textura na página] em cima do desenho de um dos colegas do menino. Assim, ele pôde ‘sentir’ a imagem de Pelé segurando uma bola de futebol.
“Quando vi o projeto, foi muito emocionante. Passou um ‘filme’ na minha cabeça com tudo o que já passamos juntos. Não foi fácil. As pessoas muitas vezes não sabem incluir [deficientes físicos na sociedade]. Estou muito feliz, pois as professoras dele são maravilhosas. A inclusão social é muito importante”, desabafou a mãe de Yuri.
Menino que ‘sentiu Pelé’ em braille comemora oportunidade de aprender mais sobre o Rei do Futebol
Arquivo Pessoal
Ainda de acordo com Lucélia, o projeto foi importante para que o filho tivesse mais contato com a história do ídolo no futebol. “Yuri é uma criança muito inteligente e tem facilidade em gravar as coisas. Ele sabe toda a biografia do Pelé”.
O menino, por sua vez, também comemorou a chance de aprender mais sobre o ex-jogador. “Estou gostando muito de fazer o projeto sobre o Pelé. Ele era ‘daora’ e tinha atitudes legais”. Yuri fez questão de elogiar o talento do colega que ‘projetou’ a arte. “Meu amigo é um grande desenhista, e a minha professora passou a punção [em cima da arte, para que ele pudesse ‘sentir’]. Estou adorando”.
Protagonista da própria história
Ao g1, a professora Marcela Pimentel Leopoldino contou anteriormente que o projeto chamado ‘O Menino que foi Protagonista na sua História’ tem como objetivo apresentar Pelé aos alunos entre 9 e 10 anos. Os estudantes deveriam representar a imagem do ex-jogador de uma maneira criativa.
“Ele [Yuri] já conhecia o Pelé, pois ouvia as matérias [esportivas] e sabe bastante coisa sobre [o Rei do Futebol]. O resultado foi emocionante. O aluno enxergar através das suas mãos cada detalhe do ídolo, não teve como não se emocionar”, explicou a professora.
De ‘bola do milésimo gol’ a cartaz sobre o Rei: projeto em escola homenageia Pelé
Arquivo Pessoal
O título da iniciativa, sobre o protagonismo de Pelé durante a vida dele, inclusive, é uma forma da professora incentivar os estudantes. Segundo Marcela, o Rei do Futebol foi um exemplo perfeito para usar como ‘modelo’.
“O aluno tem que ser protagonista. O Pelé foi protagonista na vida dele, pois veio de uma infância pobre, com muitas dificuldades e, mesmo assim, não desistiu. Lutou e chegou lá. Colocar o Pelé como referência é até mais fácil para os alunos entenderem”, finalizou Marcela.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deixe seu comentário sobre esta noticias

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »