Brasil

Bombardeio na fronteira da Rússia com a Ucrânia mata duas pessoas e deixa diversos feridos

Bombardeios contra regiões fronteiriças da Rússia com a Ucrânia deixaram duas pessoas mortas neste sábado, 27, segundo autoridades regionais. “Uma pessoa morreu. Um agente de segurança de uma empresa municipal. Ele estava na rua no momento do ataque”, informou o governador da região de Belgorod, Viacheslav Gladkov, no Telegram. Na mensagem, ele acrescenta que “dois adolescentes, uma menina de 15 anos (…) e um rapaz de 17” ficaram feridos no ataque à cidade de Shebekino, perto da fronteira com a Ucrânia, e foram “transferidos para o hospital”. Outra pessoa ficou ferida, mas não precisou ser hospitalizada, segundo Gladkov. O governador informou também que os bombardeios danificaram as linhas de energia de sua região e provocaram incêndio em “duas grandes empresas”.

No início da semana, a região de Belgorod foi palco de um ataque armado da Ucrânia, reivindicado por dois grupos de exilados russos que lutam contra as forças de Moscou. A localidade é constantemente bombardeada. O governador da região fronteiriça de Kursk, Roman Starovoit, relatou que o disparo de um morteiro do povoado de Plekhovo matou um trabalhador. Segundo o responsável regional, a vítima trabalhava na “fortificação” das defesas, perto da Ucrânia. Na região de Pskov, no oeste da Rússia, dois drones danificaram o prédio administrativo de um oleoduto, anunciou seu governador, Mikhail Vedernikov, neste sábado. De acordo com as informações iniciais, o prédio foi danificado “após um ataque de dois dispositivos aéreos não tripulados”, acrescentou. Nenhuma vítima foi registrada e as autoridades abriram uma investigação.

De acordo com informações não confirmadas publicadas pelo Baza, um canal russo do Telegram que tem fontes nos serviços secretos, os drones tinham como alvo a estação de bombeamento de petróleo da Transneft, em Pskov. Relatos de ataques de drones na Rússia se multiplicaram nas últimas semanas, especialmente nas regiões fronteiriças com a Ucrânia. Na sexta-feira, 26, dois drones danificaram edifícios no centro da cidade de Krasnodar, no sul da Rússia.  Moscou culpa Kiev e seus aliados ocidentais por esses ataques. A Ucrânia rejeita qualquer envolvimento.

*Com informações da agência AFP

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »