Guarujá

Cachorro ‘Costelinha’ é resgatado com a mandíbula quebrada, ganha placa de titânio e luta pela vida


Cuidadora de idosos disse ter levado o animal a diversos veterinários e todos acreditam que o cachorro pode ter tomado um chute, pelas características da lesão. Os profissionais indicaram a remoção da mandíbula, mas ela negou, conseguiu um tratamento alternativo e torce pela recuperação do animal. ‘Costelinha’ foi resgatado com a mandíbula quebrada
Arquivo Pessoal
Um cachorro da raça Pinscher luta para sobreviver após ter sido abandonado com uma fratura na mandíbula que o impedia de fechar a boca e comer. ‘Costelinha’ foi resgatado em Cubatão (SP) por uma moradora de Santos, no litoral de São Paulo. De acordo com veterinários que atenderam o cão, a fratura foi causada por maus-tratos. Ele passou por cirurgia e ganhou uma placa de titânio para fixar os ossos. (leia mais abaixo)
A acompanhante de idosos Carla Pinto de Oliveira, de 56 anos, contou já ter levado o cachorro para oito profissionais diferentes desde que o resgatou e todos dão a mesma opinião. “Acham que foi um chute pelo jeito que estava inchado. Se fosse batida de carro, moto ou bicicleta, tinha aberto por fora. Acham que foi um chute que criou um edema por dentro, virou um abcesso e deu a infecção”, relata.
Desnutrido, desidratado e extremamente debilitado, ‘Costelinha’ estava abandonado na Avenida Costa e Silva. “Já tinha perdido os dentes de trás. […] cheirava podre, pensei que estava até morto”, disse Carla.
Ela viu a história do animal em uma publicação nas redes sociais no dia 21 de maio e resolveu buscá-lo na mesma data. De acordo com a acompanhante de idosos, a hipótese dos veterinários é que o cachorro tinha dono, mas foi abandonado.
Tratamento
Desde que resgatou ‘Costelinha’, Carla internou o animal em uma clínica de Santos para ele receber alimento e tratamento contra dor. No entanto, ela foi surpreendida quando uma cirurgia foi marcada para retirar a mandíbula do cão. A partir daí, a mulher foi em busca de outras opiniões.
“Fiquei arrasada. Falei para não tirar a mandíbula. Como vai fazer isso? Que vida ele vai ter sem a mandíbula?”.
Foi quando resolveu pedir ajuda nas redes sociais e foi indicada a um veterinário de Socorro, no interior de São Paulo. Após o profissional avaliar os exames, ele constatou que poderia colocar uma placa de titânio e pinos para segurar a mandíbula de ‘Costelinha’, procedimento feito na última terça-feira (30).
Agora, Carla batalha para arcar com os custos, que ultrapassam R$ 5 mil, entre a viagem, cirurgia e cuidados necessários com o cachorro. Para isso, ela organiza rifas e faz uma vaquinha virtual.
‘Costelinha’ segue internado em recuperação na clínica. “Estou muito confiante, tenho muita fé que vai dar certo, mas preciso de ajuda”, finalizou Carla.
‘Costelinha’ passou por cirurgia no último dia 30 e segue se recuperando
Arquivo pessoal
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »