Politica

Seap envia dados sobre o estado de saúde de Roberto Jefferson ao STF


Ex-deputado federal está preso em Bangu 8, no Rio de Janeiro, estaria tendo dificuldades para se alimentar e, segundo sua assessoria, já emagreceu 15 kg. Roberto Jefferson no final de maio, indo depor em Três Rios
TV Rio Sul
A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap) informou neste sábado (3), que já enviou toda documentação médica para o ministro Alexandre de Moraes, do STF, para esclarecer o real estado de saúde do ex-deputado
“A Seap informa que, em cumprimento a decisão judicial, enviou todas as informações sobre o estado de saúde do custodiado ao excelentíssimo ministro do Supremo Tribunal Federal, incluindo laudos médicos e boletins de atendimento médico”, disse em nota ao g1.
Acusado de tentar matar policiais federais, Roberto Jefferson é interrogado pela Justiça
Alexandre de Moraes pede esclarecimentos sobre estado de saúde de Jefferson
A solicitação foi feita pelo ministro Alexandre de Moraes, depois que Jefferson pediu transferência de Bangu 8, onde está preso, para um hospital particular. A assessoria de Jefferson alega que ele precisa de tratamento por conta da gravidade de seu estado de saúde.
Segundo a assessoria, o ex-deputado não consegue comer nem se hidratar e já emagreceu 15 kg.
Neste sábado (3), O Globo publicou que Roberto Jefferson teria ainda um possível traumatismo craniano, após sofrer uma queda em sua cela, e precisaria de exames para atestar o problema.
Jefferson está preso desde outubro do ano passado, quando atirou cerca de 50 vezes e arremessou três granadas contra quatro policiais federais que foram cumprir um mandado de prisão expedido por Moraes.
Na ocasião, dois agentes ficaram feridos. Foram apreendidas armas, carregadores e mais de 8 mil munições.
O ex-deputado é réu por tentativa de homicídio contra os quatro agentes federais, resistência qualificada, posse ilegal de armas e munições, e posse de três granadas adulteradas.
Na semana passada, Roberto Jefferson foi ouvido pela Justiça Federal em Três Rios. O ex-deputado disse em seu interrogatório que as armas e munições dele são legais, e que ele foi preso antes de concluir o processo de regularização e transferência das armas de Brasília para o RJ.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »