Guarujá

Motociclista passa a usar fraldas após ser arremessado por carro na contramão; VÍDEO


Emerson Alves Ferreira, de 24 anos, quebrou o pé, a perna e o fêmur. Acidente aconteceu na Avenida Diamantino Cruz Ferreira Mourão, no bairro Ribeirópolis, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Motorista invade pista na contramão e motociclista é arremessado
Um motociclista de 24 anos quebrou o pé, a perna e o fêmur depois de bater em um veículo que estava na contramão em Praia Grande, no litoral de São Paulo. As imagens, obtidas pelo g1, neste domingo (11), mostram o momento em que o motorista do automóvel tenta cruzar a pista, mas não consegue e o piloto bate de frente contra o carro. A vítima foi arremessada. (Veja o vídeo acima).
Emerson Alves Ferreira contou à reportagem que estava a caminho da oficina mecânica para fazer manutenção na moto quando sofreu o acidente. Segundo a irmã da vítima, Nagila Milena Alves Ferreira, de 30 anos, o rapaz “pode ficar manco”.
Ela contou que após ter sido arremessado, Emerson foi socorrido e levado ao Hospital Irmã Dulce. De acordo com a vítima, a situação está muito difícil. “Eu estou de fralda e totalmente dependente das minhas enfermeiras”.
Segundo a irmã, testemunhas disseram que motorista saiu do carro e fugiu sem prestar socorro. “Não prestou socorro e até agora não entraram em contato […]. Meu irmão está vivo graças as pessoas que estavam perto [e o socorreram]. Se fosse pelo condutor, meu irmão estava lá na pista até agora, jogado”.
De acordo com Nagila, Emerson não tem autonomia. “Meu irmão depende da gente até para comer. É um absurdo”, lamentou a irmã. Em nota, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), responsável pelo Hospital Irmã Dulce, informou que o paciente está na enfermaria cirúrgica, estável e permanece em acompanhamento com a equipe de ortopedia.
Ela afirmou que tentou registrar um Boletim de Ocorrência após o acidente, que aconteceu na Avenida Diamantino Cruz Ferreira Mourão, no bairro Ribeirópolis. No entanto, ela disse que o policial informou que só poderia fazer o registro com a placa do carro, que não é possível identificar nas imagens das câmeras de monitoramento que conseguiram até o momento.
O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.
Emerson Alves Ferreira, de 24 anos, quebrou o pé, a perna e o fêmur, e corre risco de “ficar manco”
Arquivo Pessoal
Ferimentos
Emerson quebrou a perna, o pé e o fêmur. À reportagem, ele disse que já fez uma cirurgia e aguarda a liberação de mais duas operações. Segundo a irmã, a vítima ficará, no mínimo, 30 dias sem andar, cinco meses dependente de muletas e “pode ficar manco”.
“A situação está muito difícil porque eu estou de fralda e totalmente dependente das minhas enfermeiras e dos meus familiares para ir no banheiro e fazer as minhas necessidades. Eu já fiz uma cirurgia e agora estou aguardando para fazer mais duas. Quero tentar ter uma vida normal depois de um ato irresponsável no trânsito”, finaliza Emerson.
Acidente aconteceu na Avenida Diamantino Cruz Ferreira Mourão, no bairro Ribeirópolis, em Praia Grande (SP)
Arquivo Pessoal e Reprodução
VÍDEO: g1 em 1 minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »