Turismo

Submarino que sumiu em passeio para ver destroços do Titanic: o que se sabe e o que falta esclarecer

Embarcação com turistas desapareceu no domingo (18). A companhia responsável pelo passeio cobra US$ 250 mil (R$ 1,19 milhão) de cada passageiro por um lugar em sua expedição para ver os destroços do navio que naufragou em 1912. Submersível que leva passageiros para ver o Titanic desaparece
O intuito era fazer uma expedição turística de 10 dias pelo oceano Atlântico para ver os destroços do Titanic, que naufragou em 1912. Mas o submarino com capacidade para cinco pessoas despareceu no domingo (18), pouco depois de começar a descer para chegar ao fundo do mar.
Receba no WhatsApp notícias sobre o sumiço do submarino
Abaixo, veja o que se sabe e o que falta esclarecer sobre o caso:
O que aconteceu?
Um submarino de turismo desapareceu no Oceano Atlântico pouco depois de começar a descer até o fundo do mar. O submarino foi levado até o local em uma grande embarcação que saiu de Newfoundland, no Canadá. Como o modelo não é autônomo, igual um submarino de grande porte, ele precisou ser carregado na superfície do mar por 643 km até a região de mergulho.
Qual era o objetivo do passeio?
Fazer uma expedição pelos destroços do Titanic, navio que naufragou em 1912.
Qual é o modelo do submarino?
A embarcação, que tem 6,5 metros de comprimento por 3 metros de largura, chama-se Titan. Este tipo de submarino pode levar até cinco passageiros.
Quando aconteceu?
No domingo (18), o submarino começou a descer ao fundo do mar, mas desapareceu pouco depois. O trajeto até o fundo do mar deveria levar duas horas, e a embarcação parou de se comunicar depois de uma hora e 45 minutos de descida.
Quem oferece o passeio e quanto custa?
A Expedição Titanic é uma viagem oferecida pela empresa OceanGate. O passeio para ver os destroços do Titanic custa US$ 250 mil (R$ 1,19 milhão) por pessoa.
Quem está a bordo?
Há um piloto e quatro passageiros a bordo. Os nomes confirmados são:
Stockton Rush, diretor-executivo da OceanGate e piloto do submarino;
Shahzada Dawood, empresário paquistanês;
Suleman Dawood, que é filho de Shahzada;
Hamish Harding, bilionário e explorador britânico;
Paul-Henry Nargeolet, ex-comandante da Marinha Francesa e principal especialista no naufrágio do Titanic.
O que pode ter causado o problema com o submarino?
Eric Fusil, um professor associado e diretor do centro de construção naval da Universidade de Adelaide, na Austrália, descreveu algumas possibilidades:
Um incêndio poderia incapacitar os sistemas da embarcação ou criar fumaça tóxica que poderia deixar a tripulação inconsciente.
Pode ter havido também uma inundação, que resultaria em uma implosão quase instantânea.
O cenário mais otimista seria uma perda de energia; isso ainda permitiria que a embarcação voltasse à superfície
O que pode ter acontecido com o submarino?
Sabe-se que a embarcação está com problemas porque a comunicação foi interrompida, mas não é possível dizer com precisão o que aconteceu.
Especialistas, no entanto, têm suas teorias. O submarino pode estar no fundo do oceano, pode estar flutuando na superfície ou pode ter implodido com a pressão da coluna de água.
Como está a busca?
A operação de busca está sendo feita em conjunto pelas Forças Aéreas dos Estados Unidos e do Canadá. Nesta terça-feira (20), as equipes anunciaram que vão ampliar a área de busca.
John Maugerda, contra-almirante da Guarda Costeira dos EUA, disse em entrevista que será preciso buscar em uma profundidade ainda maior que a da área atualmente buscada pelas sondas. Além das sondas, os EUA e o Canadá enviaram aviões e navios para a região onde o submarino desapareceu.
Agências governamentais e empresas comerciais especializadas em águas profundas também estão ajudando na operação.
Há alguma pista sobre o paradeiro do submarino?
Ruídos subaquáticos foram captados durante as buscas, segundo a Guarda Costeira dos Estados Unidos. Ainda não há informações sobre a data em que os sons foram ouvidos.
De acordo com as autoridades, os sons subaquáticos foram captados por uma aeronave canadense na região de procura.
Quanto tempo o oxigênio deve durar?
Os membros da tripulação têm oxigênio disponível para ficar cerca de quatro dias embaixo d’água — o que acaba nesta quinta-feira (22).
Onde e quando o Titanic desapareceu?
No oceano Atlântico. O famoso navio naufragou em 1912, na viagem inaugural, depois de se chocar contra um iceberg. Mais de 1,5 mil pessoas morreram. Os destroços foram encontrados em 1985 a 3,8 mil metros de profundidade.
Naufrágio do Titanic é reconstituído em 3D pela primeira vez
Veja os principais vídeos sobre o submarino:

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »