Brasil

Rússia ataca portos pelo terceiro dia na Ucrânia

A Rússia voltou a atacar portos da Ucrânia na madrugada desta quinta-feira, 20, pelo terceiro dia consecutivo desde a suspensão do acordo para exportação de grãos. Ao menos 20 pessoas ficaram feridas, segundo as autoridades ucranianas. O terminal de Odessa voltou a ser alvo, além de Mikolaiv, na costa do Mar Negro. O governo russo advertiu na quarta-feira que vai considerar como possíveis alvos militares os navios que seguem em direção à Ucrânia após o fim do acordo. O início da ofensiva russa, em fevereiro de 2022, provocou o bloqueio dos portos ucranianos até julho do ano passado, quando foi assinado um acordo com mediação da Turquia e da ONU. O Kremlin, no entanto, anunciou na segunda-feira a saída do pacto após meses de reclamações da violação de um dispositivo do acordo para permitir a exportação dos produtos agrícolas e fertilizantes russos.

As autoridades ucranianas informaram na quarta-feira que os ataques russos destruíram 60.000 toneladas de grãos que seriam exportados. O presidente russo, Vladimir Putin, declarou que a Rússia está disposta a retornar ao acordo se a “totalidade” de suas demandas for respeitada. O bloqueio desde segunda-feira do corredor para as exportações ucranianas levou à cotação do trigo na quarta-feira a 253,75 euros por tonelada nos mercados europeus, uma alta de 8%.

* Com informações da AFP

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »