Turismo

‘Attenzione’, turistas: veja dicas para evitar ser vítima de batedores de carteira

Nesta semana, vídeos de uma mulher italiana alertando turistas sobre furtos viralizaram na internet. O ideal é estar atento sempre, mesmo em países considerados seguros, orientam especialistas. ‘Attenzione pickpocket’: Mulher alertando turistas sobre furtos e viraliza.
Você se preocupa com a sua segurança quando vai viajar? Em meio a tantas descobertas, lugares novos e passeios tão aguardados, pode ser que o turista acabe deixando de lado alguns cuidados essenciais.
Nesta semana, as expressões “Attenzione pickpocket!” ou “Attenzione borseggiatrici!”, que significam “Atenção, batedores de carteira!” em português, viralizaram na internet.
A origem do meme são posts no TikTok nos quais uma mulher italiana grita para alertar turistas sobre furtos em Veneza (veja o vídeo acima).
Com mãos “espertas”, os batedores de carteira são criminosos que furtam pertences sem que as vítimas percebam.
Turistas desatentos em lugares movimentados são alvos comuns, por isso, o ideal é estar sempre atento, mesmo em países considerados seguros, alertam os especialistas ouvidos pelo g1.
Confira abaixo 4 dicas para evitar ser vítima dos batedores de carteira, no exterior ou não.
1- Atenção, sempre!
A primeira dica, no caso de quem vai viajar ao exterior, é “manter os mesmos cuidados que a gente tem no Brasil”, explica Sylvia Barreto, criadora do site “Viajar é Simples”.
Segundo a jornalista, que trabalha com turismo há mais de 12 anos, as grandes cidades são mais propensas à ação dos pickpockets, principalmente em lugares movimentados ou na entrada e saída de transporte público, por exemplo.
“No entra e sai do metrô, é mais fácil alguém pegar o seu celular e sair correndo. Em Paris, tem muito alerta sobre os pickpockets no metrô, é o lugar que eu mais lembro de ter ouvido. Em Buenos Aires, os guias também sempre avisam e, quando eu fui, um colega jornalista teve a carteira roubada”, relata a jornalista.
2- Bolsas, bolsos e pochetes
Independentemente se é em bolsa, bolso ou pochete, o importante é manter os objetos ao seu alcance, orienta Rafael Alcadipani, especialista em segurança pública da FGV.
“Bolsas e pochetes devem estar na sua frente, para você ter contato visual com seus pertences. Se for em bolsos, o ideal é que os objetos estejam naqueles que você tem contato frequente, fique sempre com a mão próxima”, afirma.
“Também não andar com mochila nas costas ou, se for andar, não deixar o celular naquela bolsinha mais externa. E o bolso, melhor nunca colocar no de trás da calça”, acrescenta a jornalista de turismo.
3- Só leve o essencial
Outra dica para os turistas é levar aos passeios apenas a quantidade de dinheiro necessária para o dia e itens essenciais. Não é recomendado andar por aí com objetos de valor.
“Leve só o que vai usar, o resto deixe no cofre do hotel. É importante sempre usar o cofre porque é muito comum ter furto dentro dos quartos, e os hotéis não se responsabilizam”, afirma Alcadipani.
Caso você não esteja em um hotel ou não tenha cofre no quarto, a orientação é guardar os pertences de valor dentro da mala fechada com cadeado, explica Sylvia Barreto.
4- Foi furtado? Faça BO!
Se mesmo com as dicas acima, você perceber que foi furtado, a orientação é sempre procurar a polícia e registrar a ocorrência, segundo o especialista em segurança da FGV.
“Aí as autoridades sabem que aconteceu e podem investigar. Mesmo que não seja esclarecido, o furto vai entrar nas estatísticas e pode haver cobrança sobre medidas de segurança. Fora que, se encontrarem seus documentos, celulares, cartões, podem devolver”, explica.
LEIA TAMBÉM:
Por que você deve tirar fotos da sua mala nas viagens
Veja dicas para planejar uma viagem sem entrar no vermelho

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »