Guarujá

Quem é Falcão, ex-jogador da seleção brasileira denunciado por suposta importunação sexual


Paulo Roberto Falcão, ex-jogador de futebol, que já foi considerado o ‘Rei de Roma’, ídolo do Inter e craque na seleção pediu demissão do Santos FC, na sexta-feira (14), após a funcionária de um apart hotel em que morava o acusar de suposta importunação sexual. Ele negou ter cometido o crime. Paulo Roberto Falcão foi denunciado por importunação sexual em Santos (SP)
Reprodução
Paulo Roberto Falcão, denunciado por suposta importunação sexual contra uma recepcionista de um apart hotel, em Santos, no litoral de São Paulo, tem uma carreira de sucesso no esporte. Como jogador, foi ídolo no Internacional, seleção brasileira e pela Roma, na Itália, onde ganhou o apelido ‘Rei de Roma’. Nas redes sociais, ele negou ter cometido o crime e a demissão do Santos FC, onde atuava como coordenador de futebol.
Com a amarelinha, inclusive, fez parte de um dos times mais celebrados da história do futebol, a seleção brasileira de 1982. Fora dos gramados, atuou como técnico, dirigente e comentarista.
Falcão nasceu na cidade de Abelardo Luz, em Santa Catarina, no dia 16 de outubro de 1953. Entre os principais títulos como jogador, estão campeonatos brasileiros e gaúchos com o Internacional, um Campeonato Italiano com a Roma, além de um Paulista com o São Paulo Futebol Clube, onde pendurou as chuteiras, em 1986.
Aos 69 anos, Falcão fez seu último trabalho no futebol como diretor de futebol do Santos Futebol Clube. Ele anunciou a saída do time na última sexta-feira (4), após aproximadamente sete meses no cargo, logo depois da denúncia sobre a suposta importunação sexual ser divulgada.
Paulo Roberto Falcão pediu demissão do Santos FC após denúncia de importunação sexual
Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal
Ídolo no Inter, ‘Rei de Roma’ e craque da seleção
Falcão estreou no time profissional do Internacional na década de 1970. Destro e com categoria no meio de campo, logo se tornou destaque no clube gaúcho, onde atuou de 1973 a 1980.
Ele ficou marcado na história do time pelas conquistas de campeonatos brasileiros (1975, 1976 e 1979), estaduais (1973, 1974, 1975, 1976 e 1978), além do vice-campeonato da Copa Libertadores da América em 1980.
Falcão se tornou ídolo do Internacional após conquistar campeonatos brasileiros e estaduais
Agência Gazeta Press
Fora do Brasil, atuou na Roma entre 1980 e 1985. Em solo internacional, ganhou o apelido ‘Rei de Roma’, após fazer a equipe ser campeã nacional após de 42 anos (1982/83). Além disso, ainda conquistou duas Copas da Itália (1980/81 e 1983/84).
Com a camisa da seleção brasileira principal fez 34 jogos e sete gols. Ele esteve nas listas de convocação por dez anos, entre 1976 e 1986.
Falcão foi um dos principais nomes da estrelada ‘Amarelinha’ de 1982, ao lado de Zico, Sócrates, Éder Aleixo, Serginho Chulapa, Cerezo, Junior, Leandro, Oscar, Luizinho e Valdir Peres.
Falcão comemora gol pelo Brasil contra a Nova Zelândia na Copa do Mundo de 1982
Anibal Philot/Agência Globo
O jogador voltou ao Brasil em 1985, quando vestiu a camisa do São Paulo e conquistou um Campeonato Paulista. Ele pendurou as chuteiras no ano seguinte.
Treinador, comentarista e dirigente
Após encerrar a carreira como jogador, Falcão se tornou técnico. Ele comandou a seleção brasileira entre 1990 e 1991, assumindo o América-MEX na sequência, onde permaneceu até 1993.
Falcão esteve à frente do Internacional, como técnico, em três oportunidades (1993, 2011 e 2016). Neste meio tempo, treinou a seleção japonesa, o Bahia e o Sport.
Em 2022, após anos como comentarista esportivo, Falcão foi convencido pelo presidente do Santos FC, Andres Rueda, a assumir o cargo coordenador esportivo.
Coordenador esportivo do Santos, Paulo Roberto Falcão
Raul Baretta/Santos FC
Leia mais:
Falcão é denunciado por suspeita de importunação sexual por funcionária de apart hotel
Falcão anuncia demissão do Santos FC em respeito à torcida e nega importunação sexual
Falcão encostou órgão genital no braço de funcionária duas vezes em três dias, diz advogada
O que diz Falcão
Paulo Roberto Falcão anuncia demissão em respeito à torcida do Santos FC e nega ter cometido importunação sexual
A Tribuna Jornal e Reprodução/Instagram
Por meio das redes sociais, Falcão afirmou: “Em respeito à torcida do Santos Futebol Clube, pelos recentes protestos diante do desempenho do time em campo, decidi deixar o cargo de coordenador esportivo”, disse.
Falcão ressaltou que o primeiro sentimento dele, ao tomar a decisão, é de defender a imagem da instituição. “Sobre a acusação feita nesta sexta-feira, que recebi com surpresa pela mídia, afirmo que não aconteceu”.
O g1 não localizou a defesa de Falcão até a última atualização desta matéria.
Importunação sexual: o que é e como denunciar?
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »