Mundo

Organização do Prêmio Nobel ‘desconvida’ Rússia, Belarus e Irã

Em um primeiro momento, a fundação afirmou que iria convidar, sim, os represententes desses países, mas, agora, a organização mudou de ideia. Ativista de Belarus e ONG’s da Rússia e da Ucrânia vencem o Nobel da Paz
A Fundação Nobel, que organiza as entregas dos prêmios de mesmo ano em cerimônias na cidade de Estocolmo, informou neste sábado (2) que neste ano não vai enviar convites aos embaixadores dos seguintes países:
Rússia
Belarus
Irã
Em um primeiro momento, a fundação afirmou que iria convidar, sim, os represententes desses países, mas, agora, a organização mudou de ideia.
No ano passado, a fundação deixou de fora os embaixadores da Rússia e seu aliado Belarus devido à invasão da Ucrânia.
Por que voltou atrás?
Na quinta-feira, a fundação tinha dito que iria convidar os embaixadores desses países. A ideia era incluir aqueles que não compartilham das mesmas ideias que os organizadores.
Líderes políticos da Suécia então disseram que iriam boicotar a cerimônia. Daí a fundação voltou atrás e desconvidou os russos, belorussos e iranianos.
“Optamos por repetir a exceção ao procedimento regular do ano passado – ou seja, não convidar os embaixadores da Rússia, Belarus e Irã para a cerimônia de entrega do Prêmio Nobel em Estocolmo”, disse a organização em nota.
Os vencedores do prêmio serão anunciados no início de outubro. O processo de indicação é mantido em segredo. O Prêmio Nobel da Paz é concedido em Oslo, onde são realizadas festividades separadas.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »