Turismo

Advogada que ganhou viagem a Paris de presente do namorado tem pacote suspenso pela 123 Milhas: ‘Extremamente frustrante’


Casal mora em Itajaí e viajaria para capital francesa. Fotógrafo que mora em Brasília e visitaria amigo de infância em Florianópolis também reclama de cancelamento de viagem. Bruna Tomazelli Silva com o namorado
Reprodução/Redes sociais
A advogada Bruna Tomazelli Silva, de 24 anos, e o namorado foram alguns dos consumidores prejudicados após a suspensão de pacotes feita pela 123 Milhas. Ela ganhou uma viagem a Paris, paga por ele, e o casal agora planeja tomar uma medida judicial.
Compartilhe no Whatsapp
Compartilhe no Telegram
Os dois moram em Itajaí, no Litoral Norte de Santa Catarina, e planejaram a viagem há cerca de um ano. No sábado (19), foram surpreendidos pela informação da suspensão.
“Já havíamos reservado hotel, visto roteiros de passeios e comprado passagens de retorno. Neste sábado, fomos surpreendidos com mensagens de amigos informando que viram a reportagem da 123 Milhas, falando que não emitiriam passagens para este ano. Fui no e-mail ver se haviam enviado algo, o que não ocorreu, e apenas confirmei a informação após buscas do comunicado no site”, relatou.
Veja perguntas e respostas sobre suspensão de pacotes pela 123 Milhas
Por que a 123 Milhas e o Hurb não conseguem mais oferecer pacotes superbaratos
Na sexta (18), a agência de viagens suspendeu os pacotes e a emissão de passagens promocionais. A medida afeta viagens já contratadas da linha “Promo”, de datas flexíveis, entre setembro e dezembro de 2023. A empresa está reembolsando clientes com vouchers parcelados.
Bruna disse ainda que não recebeu comunicado da agência e soube do caso somente por meio de amigos. Ela calcula um prejuízo de R$ 10 mil com o cancelamento da viagem.
“Era um sonho, ainda mais que foi um presente dele justamente para realizarmos esse sonho. Foi extremamente frustrante a situação. Estamos nos sentindo decepcionados e chateados com toda a situação”, lamentou.
A advogada falou que já havia usado a agência de viagens outras vezes e, por essa razão, acreditou que tudo daria certo.
Férias para ver amigo de infância canceladas
Outro consumidor prejudicado foi o fotógrafo Filipe Vaz de Menezes, de 21 anos. Há três anos, ele planeja ir a Florianópolis para visitar um amigo de infância. Filipe mora em Brasília. A viagem estava marcada para outubro.
“Eu estava muito empolgado em ir visitar meu amigo de infância. Comprei a passagem pela promoção da 123 Milhas em abril deste ano. Passei a trabalhar mais que conseguia, quase para poder curtir umas férias que há mais de três anos não tirava”, relatou.
123 Milhas: Veja direitos do consumidor
Assim como a advogada, Filipe soube da suspensão pelas redes sociais. Ele pagou R$ 350 pela passagem aérea. Agora, o custo é de cerca de R$ 2 mil.
“Tristeza e impotência. Não posso sequer pagar por uma viagem substituta por estar estupidamente cara. É uma indignação por confiar numa empresa que se diz confiável e ter comprado por ela acreditando ser um bom negócio”, desabafou.
Vouchers
A companhia informou que está devolvendo integralmente os valores pagos pelos clientes. A devolução será feita em “vouchers acrescidos de correção monetária de 150% do CDI, acima da inflação e dos juros de mercado, para compra de quaisquer passagens, hotéis e pacotes”.
CNJ afasta juíza federal de Santa Catarina
Criança de 9 anos é flagrada dirigindo carro ‘com o pescoço esticado para enxergar rodovia’
Enteada que matou padrasto em SC diz à polícia que foi agredida pelo homem
Segundo a agência, esses vouchers poderão ser usados em produtos da 123 Milhas. No comunicado, entretanto, a empresa não deixou claro se haverá ressarcimento em dinheiro, para uso além de seus serviços.
O Ministério do Turismo informou neste domingo (20) que vai avaliar a instauração de um procedimento investigativo para identificar os clientes atingidos e promover uma reparação de danos adequada.
O que diz a 123 Milhas?
Veja abaixo o que diz a nota divulgada pela 123 Milhas sobre o cancelamento das reservas anunciado na sexta-feira.
“A 123milhas informa que decidiu suspender hoje [sexta-feira], às 18h, as emissões de passagens e pacotes da linha PROMO (com datas flexíveis) com previsão de embarque de setembro a dezembro. As vendas do produto já haviam sido interrompidas na última quarta-feira (16/08). Todos os demais produtos da 123milhas permanecem sem nenhuma alteração.
A decisão deve-se à persistência de fatores econômicos e de mercado adversos, relacionados principalmente à pressão da demanda e ao preço das tarifas aéreas. A linha PROMO representa 7% dos embarques de 2023 da companhia.
Os valores pagos pelos clientes que adquiriram produtos da linha PROMO com embarque previsto para setembro, outubro, novembro e dezembro de 2023 serão integralmente devolvidos em vouchers, com correção monetária de 150% do CDI – acima da inflação e dos juros de mercado. Os vouchers podem ser usados para compra de outros produtos da 123milhas.
As medidas referentes à linha PROMO são uma decisão responsável da 123milhas, no sentido de preservar os valores pagos pelos clientes. A empresa continua comprometida com o propósito de proporcionar a mais pessoas as melhores e mais acessíveis experiências em viagens e turismo.”
VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias
Veja mais notícias do estado no g1 SC

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »