Tecnologia

Neuralink, empresa de Musk, abre inscrições para testar chips cerebrais em humanos


Companhia liberou um formulário para receber candidaturas de pessoas com paralisia que tenham interesse em participar do estudo. Meta é permitir o controle de um teclado de computador com o pensamento. Logotipo da Neuralink e Elon Musk
Dado Ruvic/ Reuters
A Neuralink, startup de chips cerebrais do bilionário Elon Musk, anunciou nesta terça-feira (19) que vai começar o primeiro teste de seu implante em seres humanos. A empresa liberou um formulário para receber candidaturas de pacientes com paralisia.
Em um comunicado, a Neuralink afirmou ter recebido a aprovação de um conselho independente para começar a recrutar interessados no teste. Em maio, a Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) já tinha autorizado os estudos.
Podem se candidatar as pessoas com paralisia decorrente de lesão da medula espinhal cervical ou esclerose lateral amiotrófica, que tenham mais de 22 anos e que recebam o suporte de um cuidador.
Inicialmente, a meta é permitir que pacientes controlem um teclado de computador usando os pensamentos.
A startup de Musk diz que o objetivo do estudo é testar a segurança e a eficácia do chip, criado para permitir que dispositivos externos sejam controlados com o pensamento, e do robô “cirurgião”.
“O robô R1 será usado para colocar cirurgicamente os fios ultrafinos e flexíveis do implante N1 em uma região do cérebro que controla a intenção do movimento”, afirmou a Neuralink.
LEIA TAMBÉM:
Bard, o ‘ChatGPT do Google’, vai se integrar com Gmail, Docs e outros
Conheça as lives de NPC, que fazem tiktoker lucrarem em poucos minutos
iPhone 14 tem até R$ 2.800 de desconto; veja quanto sai cada versão

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »