Guarujá

Professora de Guarujá utiliza natureza como principal aliada em sala de aula

Há 22 anos lecionando na rede municipal de ensino, Andrea Góes vem ampliando a inclusão social de Pessoas com Deficiência (PCDs); projeto ganhou destaque em evento de Organização Mundial

No Dia do Professor, celebrado em 15 de outubro, a Prefeitura de Guarujá soma diversas conquistas na rede municipal de ensino. Na Escola Maria Regina Teixeira dos Santos Claro, no Jardim Conceiçãozinha, a educadora Andrea Góes, servidora municipal há 22 anos, tem a natureza como potente aliada em sala de aula. A iniciativa foi inspirada a partir da chegada de cinco alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e ganhou destaque no evento da Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar (Omep).

Atualmente responsável por uma turma de 23 crianças da Educação Infantil, com idade entre 4 e 5 anos, foi no início deste ano letivo que a professora resolveu intensificar a exploração do meio ambiente. Isso porque com a chegada dos alunos com TEA, ampliar a inclusão social passou a ser uma prioridade ainda maior.

Pelo menos três vezes por semana os pequenos visitam um ‘Cantinho da Natureza’. O espaço é um jardim da unidade que abriga plantas e árvores de espécies nativas da Mata Atlântica. Lá, existe a liberdade de conhecer cada ponto e participar de atividades do brincar livre com elementos como a água, o ar e a terra.

A iniciativa tem dado tão certo que a comunidade escolar já vê de perto a evolução no desenvolvimento das crianças, especialmente aquelas que possuem TEA. O resultado são comportamentos mais tranquilos e melhor socialização, por exemplo.

A educadora afirma que o sentimento de realização e alegria pelo crescimento dos alunos é constante. “Sempre que entramos na sala de aula, trabalhamos com base no respeito, amor e a troca de experiências. Com isso, temos a oportunidade de acompanhar o seu desenvolvimento saudável, além dos exemplos que eles passam a dar com base no que vêem aqui”, destaca.

Com apenas 5 anos de idade, a garotinha Valentina Sales, uma de suas alunas, enumera diversos aprendizados. “A lagarta vira uma borboleta colorida e com os galhos podemos contar até 10. É muito legal aprender com os meus amigos”, diz a pequena.

Destaque em Organização Mundial

Denominado “Recriar espaços e ambientes: Potencializando a natureza do brincar no cotidiano das infâncias”, em agosto deste ano o projeto ganhou destaque no evento da Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar (Omep). A professora Andrea Góes apresentou o método de Guarujá em Praia Grande, cidade escolhida como sede para receber representantes de toda a Baixada Santista.

Cinco Básicos

Uma das premissas do projeto também é o ‘Cinco Básicos’, um conjunto de princípios baseados em evidências científicas que a escola e a família podem incluir na rotina para apoiar o desenvolvimento integral das crianças. Nesta ordem, são eles: dar muito amor e controlar o estresse; falar, cantar e apontar; contar, agrupar e comparar; explorar através do movimento e da brincadeira; ler e discutir histórias.

The post Professora de Guarujá utiliza natureza como principal aliada em sala de aula first appeared on Prefeitura Municipal de Guarujá.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »